Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
17/11/2021 às 21h52min - Atualizada em 17/11/2021 às 21h52min

PC prende 362 assaltantes e recupera mais de 100 celulares em MT

Em nível nacional, mais de duas mil pessoas foram detidas

Araguaia Notícia
Escrito por Folha Max via ARAGUAIA NOTÍCIA 

Em um esforço integrado que reuniu um efetivo de 9.700 profissionais, as Polícias Civis dos 26 estados e do Distrito Federal deflagraram nesta quarta-feira, 16 de novembro, a Operação Voleur, de repressão qualificada a crimes contra o patrimônio, que resultou no cumprimento de 2.112 prisões e outros 978 de buscas e apreensões em todos os estados.

Coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil (CONCPC), a operação reuniu ações policiais de repressão a crimes como roubo, furto, receptação, roubo de cargas, roubo de veículos, cujo resultado inclui ainda a recuperação de 1.517 aparelhos celulares e as apreensões de 289 armas de fogo, 3.826 munições e 385 veículos. Durante a aoperação, também foram apreendidos 146 adolescentes.

O delegado-geral da Polícia Civil de Mato Grosso e coordenador da operação, Mário Dermeval Resende, destaca os números satisfatórios obtidos, que reuniram policiais civis em um esforço conjunto de combater crimes que mais geram insegurança à população. “Os crimes são comuns a todos os estados e demos ênfase na Operação Voleur à apreensão de aparelhos celulares, que podem estar ligados a outros delitos. A atuação das Polícias Civis é no sentido de combater esses crimes que estão bastante presentes no cotidiano da população e os que mais afligem o cidadão. Daí, a ação coordenada e atenção em fazer frente e reprimir esses delitos e levar os responsáveis à prisão”, observou o delegado.

Números em Mato Grosso

As investigações desencadeadas nos municípios de Mato Grosso durante a Operação Voleur resultaram em 271 prisões de suspeitos de crimes como roubo, furto, furto qualificado e latrocínio, receptação e no cumprimento de 91 mandados de busca e apreensão.

Noventa celulares foram recuperados, entre eles, 31 oriundos de furtos e roubos investigados pela Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande. Outros 14 aparelhos foram recuperados em ações da Delegacia de Roubos e Furtos de Rondonópolis.

A operação empregou um efetivo de 404 policiais civis de diversas unidades da região Metropolitana e do interior.

Entre as apreensões realizadas estão 24 veículos produtos de crime, 124 munições e 10 armas de fogo e mais de 3 toneladas de defensivos contrabandeados.

Os defensivos foram apreendidos em investigações da Gerência de Combate ao Crime Organizado nas regiões de Tangará da Serra e Nova Mutum. Entre os produtos estavam dezenas de sacos de bnzoato, defensivo de comercialização proibida no Brasil.

CONCPC

O Comitê Permanente de Análise e Repressão a Crime contra o Patrimônio, do CONCPC, traçou a operação para prestar prestar contas sobre resultados das investigações desenvolvidas pela Polícia Civil.

A presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia, delegada Nadine Farias Anflor, destaca que a operação demonstra o compromisso das instituições nos estados em fazer frente aos crimes que causam insegurança ao cidadão, especialmente aqueles hediondos. “Desencadeamos essa operação para analisar e reprimir de forma qualificada, cada vez mais, os crimes de roubos, furtos, roubos e cargas e aqueles corriqueiros, que também tiram a paz do cidadão”, afirmou a chefe da Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

Os dados da Operação Voleur compreendem ações desencadeadas no período de 08 a 17 de novembro.

O nome da operação, originário do francês, faz referência à quem pratica crimes contra o patrimônio, roubando ou furtando para si o que não lhe pertence.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90