14/11/2021 às 08h54min - Atualizada em 14/11/2021 às 08h54min

Preso em Pontal do Araguaia, motorista de aplicativo que matou colega em briga por preferência nas corridas

A vítima foi assassinada em outubro do ano passado. O suspeito do crime, que também é motorista de aplicativo, foi preso em setembro no Pontal do Araguaia. E nesta semana, o Ministério Público encaminhou a denúncia para Justiça

Araguaia Notícia
A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia de Primavera do Leste, concluiu o inquérito sobre o homicídio do motorista de transporte por aplicativo, Erivaldo Eloi da Silva, 32 anos, e indiciou o autor do crime por homicídio qualificado. O crime ocorreu em outubro do ano passado.

O delegado Allan Vitor Sousa da Matta também representou à Justiça pela prisão preventiva do homem que matou Erivaldo,localizado e preso em setembro deste ano.

O investigado pelo crime, de 50 anos, foi preso na zona rural do município de Pontal do Araguaia-MT depois que policiais da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Barra do Garças foram até o sítio onde ele morava para apurar uma ocorrência de violência doméstica e familiar. Os investigadores identificaram que contra ele havia o mandado de prisão temporária em aberto expedido pela Comarca de Primavera do Leste. 

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO ARAGUAIA NOTÍCIA PRA RECEBER INFORMAÇÕES EM TEMPO REAL

Motivo torpe

O autor do crime também trabalhava como motorista de corridas por aplicativo e, no dia 21 de outubro do ano passado, desferiu quatro disparos de arma de fogo que atingiram o rosto e o tórax de Erivaldo. O crime ocorreu em uma via pública, no bairro Primavera 3.

De acordo com a investigação da Polícia Civil, o autor do homicídio já havia ameaçado a vítima em situação anterior por causa de ordem de preferência nas corridas de passageiros, pois a vítima queria que fosse seguida uma ordem e o denunciado não respeitava.

No dia do crime, a vítima saiu para atender uma corrida e ao chegar no bairro Primavera 3 e viu o investigado, que estava estacionado no local com seu carro, que pediu a Erivaldo que se aproximasse do veículo. Enquanto a vítima se aproximava a pé do veículo do investigado, ele, de dentro do carro, fez os disparos contra a vítima, matando Erivaldo. Depois de cometer o crime, o autor do homicídio fugiu da cidade.

O delegado Allan Vitor destaca que o crime foi cometido por motivo torpe. “Uma vez que o autor não aceitava que a vítima lhe cobrasse que respeitasse a ordem das corridas de passageiros de aplicativo”, disse o delegado, na representação pela conversão da prisão temporária em preventiva.

O Ministério Público encaminhou nesta semana, denúncia à Justiça contra o autor do homicídio, que está detido na unidade prisional de Primavera do Leste. Asessoria: PJC-MT
Notícias Relacionadas »
Comentários »