11/11/2021 às 12h05min - Atualizada em 11/11/2021 às 12h05min

Prefeitura de Barra do Garças lança campanha de alerta contra o mosquito da dengue

Com o aumento das chuvas, o Aedes Aegypti volta a ser uma preocupação das famílias barra-garcenses.

Araguaia Notícia
SECOM-BG via ARAGUAIA NOTÍCIA 

A Prefeitura de Barra do Garças através da Secretaria de Saúde alerta a população sobre os perigos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya durante o período de chuvas e alerta para que os moradores eliminem possíveis focos de água parada em suas residências.

A Secretaria destaca que os ovos depositados pela fêmea do mosquito em recipientes de água parada podem ficar até um ano no local e eclodir no próximo período chuvoso. Por isso é essencial eliminar todos os focos que possibilitam a proliferação do mosquito: garrafas, tampinhas de refrigerante, pneus, caixas d'água, pratinhos de plantas e outros.

A dengue é uma doença perigosa e apesar de ser tratável pode levar à morte em casos mais graves. Em tempos de pandemia o cuidado deve ser redobrado já que as unidades de Saúde podem sofrer com superlotação de pacientes com Covid-19 e dengue e até mesmo a coinfecção com os dois vírus.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO ARAGUAIA NOTÍCIA PRA RECEBER INFORMAÇÕES EM TEMPO REAL

A Secretaria de Saúde ressalta que a maioria dos criadores de dengue se encontram nos quintais das residências da população, por isso o engajamento por parte dos cidadãos para eliminar os criadouros é tão importante.

Os sintomas mais comuns de infecção de dengue são: febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele, perda de peso, náuseas e vômitos são comuns e em alguns casos manchas vermelhas na pele. Em caso de suspeita de dengue de contaminação é necessário procurar atendimento médico para o diagnóstico e tratamento adequado.
Notícias Relacionadas »
Comentários »