07/11/2011 às 07h53min - Atualizada em 07/11/2011 às 07h53min

Licitação de quiosques está sendo emperrada por legislativo

Olhar Direto
Reprodução O presidente assegura que não há interesse em emperrar projeto

A Câmara de Vereadores de Aragarças-GO está sendo acusada emperrar a licitação dos quiosques públicos do município goiano que fica na divisa de Barra do Garças. São seis pontos públicos que estão fechados aguardando a aprovação de projeto no legislativo para dar inicio a licitação, denúncia o Sindicato dos empregados em Turismo, Hospitalidade, Restaurantes e Bares (Sethorb).

O presidente do Sethorb, Cláudio Vieira Santos, explica que o projeto foi encaminhado pelo prefeito Marcos Antônio (PT) em junho e os vereadores estariam demorando a votá-lo. “Já são 90 dias e o projeto corre o risco de ser devolvido por estourar o prazo regimental e os quiosques continuarem fechados servindo apenas para moradores de rua”, diz Cláudio.

O sindicato chegou a questionar que poderia estar ocorrendo algum interesse por parte dos vereadores que estariam emperrando a matéria. O presidente da Câmara Municipal, vereador Isac Victor (PPS), rebateu essa acusação alegando que não existe nenhum interesse dos vereadores e que o projeto não foi votado porque é claro sobre critérios de prazo e quem pode concorrer aos quiosques.

A matéria está nas comissões do legislativo e deve ser votado até o final de mês.

Os quiosques que serão licitados, são os da praça do Aerobar; enfrente ao hospital Getúlio Vargas; praça do Parada Obrigatória; enfrente ao ginásio de esportes Raimundo Lopes e na praça do Travessia, o mais cobiçado.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.2%
4.4%
17.2%
77.2%