08/11/2021 às 06h39min - Atualizada em 08/11/2021 às 06h39min

Homem é preso por roubar caminhão e comparsa acaba morto pela polícia

Caso aconteceu na noite desde sábado, no Distrito Industrial, em Cuiabá.

Por G1 MT via ARAGUAIA NOTÍCIA 

A tentativa de roubo em caminhão e o sequestro de um motorista acabou com um suspeito morto e outro preso pela polícia. Dois boletins de ocorrências foram registrados com os desfechos. A polícia confirmou a morte de Roberti Fortis de Oliveira, de 28 anos, que estava mantendo o motorista do caminhão como refém. O caso foi registrado na noite deste sábado (6), em Cuiabá.

A tentativa de roubo foi descoberta porque a polícia recebeu uma denúncia relatando que na área do Distrito Industrial de Cuiabá havia uma carreta com sinal de violação no painel e possivelmente estaria sendo roubada. A polícia foi checar as informações e encontrou o caminhão com a porta encostada.

Segundo a Polícia Militar, ao abrir, os policiais se depararam com o suspeito. Inicialmente, o homem se apresentou com o nome errado. Ele contou aos policiais que foi contratado apenas para tirar o rastreador do veículo. Em seguida, o homem confessou que havia participado do roubo do caminhão.

Ele entregou o seu comparsa e informou a localização do motorista do caminhão que estava sendo mantido sob cárcere privado. A vítima do roubo estava no km 446, da BR-364, em um matagal, com uma arma de fogo, segundo a PM.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO ARAGUAIA NOTÍCIA PRA RECEBER INFORMAÇÕES EM TEMPO REAL

Os policiais narram que se dividiram na busca e cercaram o local, o homem viu os policiais e atirou contra os agentes e para conter a ação, os policiais contam que atiraram e mataram Roberti Fortis de Oliveira.

O caminhoneiro de 43 anos foi liberado do cativeiro.

Segundo a PM, nas investigações eles viram que o suspeito preso havia informado o nome errado e que ele chegou a apresentar um documento de identificação falso, mas ele foi identificado pela polícia. Com ele, foram encontrados R$ 270, dinheiro que era do caminhoneiro.
Notícias Relacionadas »
Comentários »