Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
03/11/2021 às 14h03min - Atualizada em 03/11/2021 às 14h03min

Advogado espanca namorada e ameaça matá-la na frente dos filhos

Briga ocorreu porque vítima pediu para namorado não dormir em sua casa

Uma advogada de 31 anos foi agredida e torturada pelo namorado na frente dos filhos dela. O fato aconteceu na madrugada desta quarta-feira (03) no Jardim Industriário, em Cuiabá. O acusado, um homem de 44 anos, que também é advogado, fugiu levando o celular da enteada e as chaves da residência da vítima. 

Segundo informações da Polícia Militar, a equipe foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica. Ao chegar no local, a vítima relatou aos militares que o suspeito que é seu namorado e sempre dorme em sua casa. Porém, na madrugada desta quarta, ela pediu que ele fosse para a casa dele pelo fato dos filhos estare na residência.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO ARAGUAIA NOTÍCIA E RECEBA INFORMAÇÕES EM TEMPO REAL

O namorado não gostou do pedido e questionou se ela queria mostrar algo para seu ex-esposo.

A mulher disse ao acusado que não queria mostrar nada para ninguém e disse que fez o pedido apenas por respeito aos filhos. Neste momento, o suspeito se exaltou, partiu para cima da mulher e começou a agredi-la. Ele torceu o dedo dela, causando o rompimento dos pontos de um outro ferimento que a vítima tinha. Em seguida, passou a torcer sua outra mão. Na sequência, os filhos da vítima saíram do quarto e presenciaram a situação.

A filha da vítima disse para ela pegar o celular e ligar para o "pai". Foi quando o suspeito apanhou o celular da mão da namorada e quebrou o aparelho. A mulher pediu que o agressor parasse de agredi-la na frente dos filhos, mas o homem não a atendia e continuava as agressões.

A advogada, então, pediu que a filha ligasse para o pai, mas o suspeito pegou o celular da mão da menina e colocou em seu bolso.

Sobre as agressões, a vítima disse que o namorado a enforcou, e desferiu socos em sua cabeça e rosto. Para se defender, a mulher pegou uma faca, mas o agressor conseguiu tomar a arma da mão dela e colocou contra seu pescoço. A vítima suplicou para que o companheiro não a matasse na frente dos filhos. O homem a soltou e fugiu do local, levando o celular da menor e a chave da residência.

Rondas em busca do acusado foram realizadas, mas até o registro do boletim de ocorrência o homem não havia sido encontrado pelos militares. O caso foi entregue à Polícia Civil que investigará o caso.   

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90