25/10/2021 às 16h11min - Atualizada em 25/10/2021 às 16h11min

Trabalho de Fabrício Burjack transforma vidas de dependentes químicos no Araguaia

Iniciado em 2017, a Associação da Comunidade de Cultura e Políticas sobre Drogas de Aragarças já encaminhou quase 700 adictos para clínicas e comunidades terapêuticas em Goiás e Mato Grosso

João Pedro Donadel / Semana 7 via Araguaia Notícia 

Ajudar alguém a se livrar de um vício, seja ele qual for, é um desafio enorme. Considerado por muitos um assunto ainda tabu, a problemática de políticas públicas sobre drogas muitas das vezes é deixada de lado, e o trabalho que dizem realizar, trata-se apenas de "jogar a sujeira para debaixo do tapete".

Entretanto, é notório alguns personagens do nosso cotidiano que o fazem de forma diferente, como é o caso de Fabrício Burjack. Formado em Filosofia, o terapêuta conselheiro em dependência química e atual presidente da Comunidade de Cultura e Políticas Sobre Drogas (Copod), realiza o trabalho de identificação e encaminhamentos de adictos a alguma substância química desde março de 2017. "Se me perguntar quem é o criador e motivador deste projeto todo, a resposta certa é Deus”, disse.

"Surgimos na demanda de resolver o problema de usuários que ficavam sob a ponte do rio Araguaia, em Aragarças. Na época, constituímos um conselho que pudesse deliberar ações para ajudar a comunidade se livrar dessa problemática, não apenas jogando a sujeira para debaixo do tapete, mas sim assumir a responsabilidade pelos indivíduos que ali residiam fazendo uso de drogas", explicou Burjack.

"Se me perguntar quem é o criador e motivador deste projeto todo, a resposta certa é Deus”.

No período de atuação na cidade, já foram realizados quase 700 encaminhamentos para as casas de recuperação em Goiás e Mato Grosso. Somente em 2021, até a presente data foram 72 internações masculinas e seis femininas.

"Hoje, já foi reconhecido nacionalmente, nossas ações sobrevivem com a ajuda da própria comunidade. Nosso trabalho voluntário depende exclusivamente da sociedade que precisa, e ajuda a manter", diz, com muito orgulho ao falar do apoio recebido desde o início.

Em agosto de 2019, a Fundação Oswaldo Cruz divulgou um relatório após a realização de uma pesquisa com o objetivo de analisar os parâmetros epidemiológicos do uso de drogas no país. Entre os dados revelados, o estudo apontou que 9,9% da população já consumiu drogas ilícitas em algum momento da vida. Outro dado impactante é que 34% dos indivíduos menores de 18 anos já consumiram álcool, sendo que por volta de 5% revelaram consumo excessivo, que pode ser considerado como dependência.

Em parceria com o deputado estadual Karlos Cabral (PDT) foram adquiridos 30 uniformes completos do Abadá Capoeira para 30 crianças do Jardim das Palmeiras

Conforme diz o presidente do Copod, a associação está preparando um curso de Políticas sobre Drogas e Dependência Química ainda este ano. Este encontro falará como prevenir, tratar, acompanhar e capacitar os jovens na problemática da drogadição. "Um nome nacionalmente reconhecido está sendo estudado para trazê-lo como palestrante", revelou.

Em parceria com o deputado estadual Karlos Cabral (PDT) e os professores Sinhá e Catitu, do Abadá Capoeira, Burjack iniciou um projeto social para as crianças do Jardim das Palmeiras, onde foram doados uniformes completos para mais de 30 crianças começarem a treinar capoeira. Outros importantes parceiros destacados são o Padre Fernando "nosso maior apoiador", e Plínio Leão "um dos principais patrocinadores".

Clínicas parceiras

Entre as localidades nesses quatro anos do trabalho voluntário realizado em Aragarças, Burjack destaca a Fazenda Nova Esperança em Santa Helena de Goiás, a clínica Missão Resgate da Paz em Goiânia, a Anjos da Guarda em Barra do Garças e a Elohin Centro de Reabilitação em Senador Canedo.

Além destas, a associação já encaminhou os dependentes para cidades como São Luís dos Montes Belos, Aragarças, Itumbiara, Quirinopolis, Ipora, Neropolis, Damolandia, Três Rancho, Aragoiânia e Abadia de Goiás. 

Já entre as cidades onde Burjack conseguiu transformar a vida dos seres humanos estão Cuiabá, Goiânia, Ribeirão Cascalheira, Nova Xavantina, Querencia, Canarana, Água Boa, Iporá, São Félix do Araguaia, Barra do Garças, Aragarças e até mesmo São Paulo.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.2%
4.4%
17.2%
77.2%