13/10/2021 às 17h02min - Atualizada em 13/10/2021 às 17h02min

Jovem agredida por ex-namorado desabafa e pede punição para agressor

Por Alô Xavantina via Araguaia Notícia 

A jovem Meury Maciel Carvalho, 21 anos, moradora do Bairro Santa Ana, Nova Xavantina MT, procurou o site Alô Xavantina relatando que foi vitima de lesão corporal e ameaça ao ser agredida fisicamente pelo seu ex namorado, F.G. 

Afirma que teve um relacionamento conturbado, cheio de términos e voltas com o rapaz durante aproximadamente um ano. Que na sexta feira, 08/10, estando terminados no relacionamento mais uma vez, de madrugada, F.G. pulou o muro da casa quando estava dormindo e acordou com ele batendo na janela do quarto e pedindo para abrir a porta, insistindo em ver o celular dela.

Meury, afirma que ordenou para ele ir embora e se recusou a mostrar o celular, quando foi empurrada a força para dentro de casa chegando a cair no chão e em seguida foi agredida a socos.

Para se livrar da agressão ela correu para uma praça em frente a sua casa, sendo socorrida por um vigilante noturno, o suspeito correu atrás não tendo conseguindo alcança-la.  

A jovem ligou para a policia, registrou o boletim de ocorrência, informou quem é o agressor e como foi agredida dentro de casa. Inclusive ela tem uma medida protetiva contra o suspeito, mas mesmo assim, foi agredida novamente.

Ela relata que quis falar ao site Alô Xavantina com Ney Weliton, inclusive mostrando seu rosto na reportagem porque vê morosidade da justiça para punir um homem que bate em mulher, que esta correndo risco de vida, que na prática a lei Maria da Penha não assiste a mulher agredida como deveria ser, pois o agressor esta de boa e ela machucada fisicamente e na alma.

Será que vão esperar acontecer o pior para as autoridades agirem? Questiona Meury, vitima de violência física e psicológica em Nova Xavantina MT.

 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.7%
17.2%
77.0%