13/10/2021 às 10h14min - Atualizada em 13/10/2021 às 10h14min

Famílias de Aragarças sofrem com a demora na remoção de corpos, mais uma vez, causada pelo Governo de Goiás

O município não tem perito e nem médico legista; e o atendimento mais próximo fica a 258 km na cidade de São Luís de Montes Belos

Araguaia Notícia
Aragarças temo rabecão mas não tem médico legista e nem perito fornecidos pelo Governo de Goiás
Um choque raro, frontal entre duas motos, ceifou a vida de dois homens na cidade de Aragarças-GO na noite de segunda-feira (11/10) no km 10 da BR-158 perto do viaduto do anel viário. Faleceram com o acidente: Nivaldo Libório da Silva, 52 anos, e Agnaldo Sousa Portela, de 39 anos, e infelizmente mais uma vez os corpos ficaram por horas no local do acidente aguardando a presença de perícia e a remoção deixando as famílias indignadas e claro toda a sociedade aragarcense.

Aliás, essa é uma novela antiga em Aragarças que repete novamente porque o município goiano que não tem perícia e nem médico legista fornecidos pelo Governo de Goiás. E quando precisa desse serviço tem que recorrer a uma equipe da Polícia Técnica de São Luís Montes Belos-GO, a 258 km. Agora na gestão do governador Ronaldo Caiado, a Secretaria de Segurança Pública retirou a regional de Iporá e jogou para a cidade de São Luís aumentando mais ainda a distância, e claro o sofrimento das famílias de Aragarças. 

E na manhã de quarta-feira (13/10), o prefeito Ricardo Galvão voltou falar sobre o assunto e até pediu desculpas para as famílias enlutadas e ressaltou que esse problema é do estado, que hoje estaria com a falta de servidores principalmente de médicos legistas e peritos. Galvão participou por telefone do Jornal da Manhã da Rádio Aruanã onde foi questionado sobre ocorrido.

O prefeito destacou que dentro de sua gestão, mantém servidores municipais e um rabecão do IML para atender aqueles casos onde não há necessidade de perícia no local e com isso os corpos são levados para São Luís ou entregues para funerárias. Mas aqueles que dependem de perícia, não tem jeito, têm que esperar a perícia se deslocar de São Luís como aconteceu na noite de segunda-feira. 

A colisão frontal de motos ocorreu no km 10 da rodovia BR-158 perto do anel viário do lado aragarcense, por volta das 19 horas de segunda-feira (11/10). Essa ocorrência foi atendida inicialmente pelo Serviço de Emergência de Aragarças (Samu) que constatou o óbito das vítimas e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Jussara-GO que foi acionada pela Polícia Militar de Aragarças.
 
Uma das vítimas é de Aragarças e residia numa chácara perto do lixão.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.7%
17.2%
77.0%