28/09/2021 às 14h47min - Atualizada em 28/09/2021 às 14h47min

Polícia Civil identifica golpista que enganou gráfica, banco e taxista de Barra do Garças

Suspeito estava negociando caixas de papéis

Polícia Civil
Polícia Civil
Golpista enganou banco, taxista e gráfica em Barra do Garças - Foto: Polícia Civil
Investigadores da Derf - Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, sob a coordenação do delegado titular Dr. Nelder Martins Pereira, identificaram o suspeito de ter aplicado golpe em um "banco", um taxista e uma papelaria, no dia 13/09/2021, em Barra do Garças-MT. 

O suspeito se passou por funcionário da cooperativa de crédito e, por telefone,  realizou a compra de 4 caixas de papéis para escritório, no valor de R$ 900,00 (novecentos reais), aproximadamente. Autorizou ao vendedor emitir boleto e enviar diretamente para o email da cooperativa. 

Em seguida o suspeito fez contato com uma gráfica e vendeu as 4 caixas por R$ 600,00 (seiscentos reais). O representante realizou o pagamento via PIX, descontando R$ 30,00 (trinta reais) que pagou ao taxista que lhe entregou as caixas. O suspeito havia ligado no ponto de táxi e contratado a corrida para que o taxista retirasse a mercadoria na papelaria e levasse até a gráfica. 

As investigações apontam que o suspeito se encontra na cidade de Sorriso-MT, de onde conseguiu enganar ao vendedor da papelaria, ao taxista e ao representante da gráfica e se beneficiou com R$ 570,00 (quinhentos e setenta reais) líquidos!!

As investigações seguem em curso para localizar, realizar a detenção do suspeito e apresentá-lo à autoridade policial local que procederá com as providências cabíveis. E, no mesmo esforço, as diligências se seguem para identificar demais vítimas alcançadas pelo criminoso, que continua tentando aplicar novos golpes em nossa cidade. 

O representante da gráfica, bem como os demais envolvidos  foram ouvidos nesta Especializada. As 4 caixas de papéis foram apreendidas e serão restituídas à papelaria, informou Dr. Nelder Martins Pereira, delegado titular da DERF-BG.

Desta forma, mesmo em tempos de pandemia, a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, por meio dos Delegados, Escrivães, Estagiários e Investigadores, continua a combater o crime e dar a resposta que a sociedade barra-garcense espera da Polícia Civil.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.7%
17.6%
76.6%