18/09/2021 às 14h31min - Atualizada em 18/09/2021 às 14h31min

Expedição Araguaia-Xingu da Justiça será realizada na segunda quinzena de novembro

Esse será a terceira edição do evento promovido pelo Poder Judiciário de Mato Grosso

Assessoria via Araguaia Notícia 

A 3ª Edição da Expedição Araguaia, que este ano vem com novidade, será realizada no período de 16/11 a 05/12 de 2021. Nessa edição, além da Região do Araguaia, a Expedição irá chegar também à região do Alto Xingu, buscando atender especialmente a população indígena que vive no Parque Nacional Indígena do Xingu.

“Serão dois novos municípios, São José do Xingu e Santa Cruz do Xingu. Duas novas cidades, roteiro novo, região de difícil acessibilidade, mas que o Poder Judiciário irá chegar de forma intensa naquela região. O Poder Judiciário, as Comarcas de Porto Alegre do Norte e Vila Rica chegando aos rincões do estado de Mato Grosso”, explica o juiz coordenador da Justiça Comunitária, José Antonio Bezerra Filho (Dr Toni).

No mês de agosto, a equipe da Justiça Comunitária fez o reconhecimento in loco de todo os locais onde a expedição irá chegar. O comboio também passará pelos municípios de Santa Terezinha, Luciara, São Félix do Araguaia e Cocalinho.

O objetivo da Expedição Araguaia é oferecer aos moradores das localidades visitadas serviços de saúde, cidadania e justiça, como registro tardio, resolução de conflitos sociais, consultas médicas, entre as quais oftalmológicas, tratamento odontológico, vacinas, documentação, além de estimular nos cidadãos a consciência ambiental.

O projeto é promovido em parceria com inúmeras instituições, como o Governo do Estado de Mato Grosso, por meio principalmente da Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), e prefeituras locais. Também são parceiros o Ministério Público Estadual, a Defensoria Pública, Bombeiros, PM, INSS, Energisa, Politec, Senar e Juvam, entre outros. A Setas, por exemplo, fará a doação de cestas básicas e cobertores que serão entregues a população atendida.

“A expedição mostra um Poder Judiciário diferente, presente e levando soluções a cada situação e necessidade para aqueles que serão atendidos. A parceria é fundamental para o sucesso da expedição, são mais de 60 instituições juntas nesse trabalho”, destaca o Dr Toni.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.9%
17.6%
76.5%