15/09/2021 às 17h24min - Atualizada em 15/09/2021 às 17h24min

MT deve contratar tecnologia de reconhecimento facial e continua estudo sobre implantação de câmeras em policiais

Olhar Direto
Araguaia Notícia
A Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) está em processo de análise para contratação da tecnologia de reconhecimento facial que se comunica com o banco nacional de mandados de prisão. A novidade foi revelada na última terça-feira (14) pelo ouvidor-geral da Polícia, Lúcio Andrade, durante a inauguração da 4ª Companhia Independente de Segurança Institucional.

"A tecnologia ajuda não só na prevenção e punição de crimes, mas garante mais segurança para nossos agentes. O uso do taser (aparelho de choque) é uma necessidade para abordagens em que se pode reduzir a letalidade de ações policiais e a exposição ao risco de morte do próprio policial", afirma o ouvidor-geral de Polícia, Lúcio Andrade.

Além das câmeras, o estado continua estudando a possibilidade de implantar câmeras em uniformes dos policiais para inibir crimes. Lúcio, inclusive, foi até São Paulo para conhecer o sistema de câmeras instaladas nos uniformes dos agentes da PMSP. A ferramenta já é utilizada em outros Estados como São Paulo, Rondônia e Santa Catarina.

Lúcio revelou as novidades nesta terça-feira, durante a inauguração da 4ª Companhia Independente de Segurança Institucional. A unidade é ligada ao 1º Comando Regional,  localizada na Praça das Bandeiras, em Cuiabá, e conta com uma sala de monitoramento de onde é possível observar 26 câmeras distribuídas na região, onde se localizam órgãos públicos estaduais, federais e órgãos de controle.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.7%
17.6%
76.6%