09/09/2021 às 06h50min - Atualizada em 09/09/2021 às 06h50min

Líder de caminhoneiros acusa Agronegócio por bloqueios e pede a motoristas que ouçam Bolsonaro e liberem rodovias

Ontem o presidente gravou um áudio onde pede que os bloqueios sejam encerrados para não prejudicar os mais pobres

O Antagonista via Araguaia Notícia 

Wallace Landim, vulgo Chorão, que chefia a Abrava (Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores), criticou os bloqueios em várias rodovias feitos por caminhoneiros bolsonaristas, nesta quarta-feira (8).

Ao site O Antagonista, ele afirmou que que o movimento está desvinculado da pauta dos caminhoneiros e acusou “o pessoal do agronegócio” que apoia Jair Bolsonaro de estar por trás das paralisações pontuais. “O pessoal do agro está por trás disso aí. Estamos tentando entender a pauta. A situação econômica é totalmente complicada, a categoria vem sofrendo há algum tempo, estamos com demandas paradas em Brasília, mas existe esse movimento aí. Está bem claro que não é dos caminhoneiros, é um movimento da direita. Não são os caminhoneiros, os transportadores autônomos que estão fazendo esse movimento. É algo diferente”, afirmou.

O site lembra que Chorão ajudou a liderar a greve da categoria em 2018 e disse que, desde aquele ano, um grupo com “pauta intervencionista” tenta usar a categoria.

“A gente precisa entender que existe um financiamento por trás disso tudo. Vi um caminhão derramando um monte de brita na pista. Esse pessoal sabe quanto está o metro da brita? Quem estaria jogando dinheiro fora assim?”, questionou Chorão.

Para ele, “muitos estão sendo obrigados” a participar do movimento de hoje.

Ele acusou grandes entidades e corporações de cooptarem caminhoneiros para uma pauta bolsonarista que inclui intervenção militar e fechamento do STF.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.7%
17.6%
76.6%