05/08/2021 às 16h01min - Atualizada em 05/08/2021 às 16h01min

Aragarças comemora padroeiro, Senhor Bom Jesus, nesta sexta (6/8) com feriado

Para o comércio ficou como ponto facultativo: podendo as lojas abrirem ou não dependendo acordo entre funcionários e patrões, informou CDL após consultar prefeitura

Araguaia Notícia
Sexta, Aragarças comemora Dia do Senhor Bom Jesus, padroeiro da cidade
A administração do prefeito Ricardo Galvão enviou comunicado à imprensa confirmando que nesta sexta-feira (6/8) acontece o feriado religioso em comemoração ao  padroeiro da cidade, Senhor Bom Jesus, cuja festa já está na 97ª edição e que neste acontece de virtual devido a pandemia.

No comunicado, a prefeitura explica que em cumprimento a Lei Municipal n.º 841, de 15 de junho de 1994 e a Lei Municipal n.º 1.840, de 08 de junho de 2017, que insere no calendário do município, a Festa Católica do Padroeiro Senhor Bom Jesus, será mantido o feriado do dia 6 de agosto no município.

As repartições públicas não abrem e a questão do comércio, normalmente, essa decisão se vai abrir ou não é tomada em conjunto pelos comerciantes e a CDL.

Com relação à parte religiosa, as missas foram mantidas com público reduzido, de 30% da capacidade da igreja, e com todo os cuidados de distanciamento social, uso de máscara e álcool em gel, segundo informou o padre Fernando ao site Araguaia Notícia. “Sim nós mantivemos a festa porém virtual devido a pandemia. Estamos realizando leilões com apoio do comércio e que são transmitidos na página da paroquia  Senhor Bom Jesus de Aragarças no facebook”, explica o padre.

A programação da festa Senhor Bom Jesus deste ano começou dia 28 de julho com uma carreata pela cidade.
Hoje, quinta-feira (5/8), terá o santo terço às 18h30 e às 19 horas, a missa também com transmissão pelo facebook. Após a celebração, às 21 horas, terá o sorteio de uma rifa com vários brindes ofertados pelo comércio e um leilão de uma bezerra e de outras prendas doadas à paroquia.

O padre Fernando anunciou também a visita do bispo de São Luís de Montes Belos, Dom Lindomar Rocha Mota, que participará da missa da sexta-feira às 19 horas, encerrando a programação do padroeiro de Aragarças.
 
Tradição de 97 anos em Aragarças
 
Padre Fernando explicou que a devoção ao Senhor Bom Jesus começou com a colonização de Aragarças e região com os baianos nas décadas de 1920 e 1930 quando eles vieram em busca de oportundiades e aqui constituíram as cidades de Aragarças, Baliza e Bom Jardim de Goiás. “Foram os baianos que trouxeram a devoção ao Senhor Bom Jesus da Lapa que passou a fazer parte também da devoção e cultura dos primeiros católicos de Aragarças”, completa.

Lembrando que a primeira comunidade de Aragarças surgiu com o nome de Deixado perto do córrego do Areia e que naquela época ainda não tinha a cidade de Aragarças e que aos poucos a população do Deixado se espalhou formando Aragarças na beira do rio Araguaia.

Baliza, foi a primeira cidade da região, a ser constituíde e depois veio Bom Jardim, e quem ambas tem outros padroeiros, mas mantêm capelas com o nome do Senhor Bom Jesus em respeito a tradição e a história dos pioneiros.
 
Devoção com raízes em Portugal

A devoção ao Senhor Bom Jesus possui suas raízes em Portugal, de onde foi levada aos países de colonização portuguesa, como Brasil, Angola e Açores. Sob essa invocação, venera-se a imagem de Jesus Cristo, especialmente em diferentes episódios de sua Paixão.

Trata-se de uma prática religiosa muito antiga, que participa da memória de diferentes localidades, de todos os estados do Brasil. Os primeiros vestígios do culto ao nosso Senhor Bom Jesus, no Brasil, remonta o século XVII, se organizando junto com os primeiros lugarejos que se tornaram cidades importantes.

A imagem venerada na Basílica do Senhor Bom Jesus, na cidade paulista de Tremembé, é certamente a mais antiga de que se tem conhecimento no Brasil. Ela foi benta pelo vigário da igreja de Nossa Senhora da Conceição em 1663, mais de 50 anos antes de ser encontrada no Rio Paraíba a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Além disso, é uma das mais piedosas e de maior valor artístico.

Nos países que não são de colonização portuguesa, a imagem do Senhor Bom Jesus é referida geralmente como Ecce Homo, ou ainda como Señor de la Caña (Senhor da Cana) em algumas localidades de língua espanhola na América Latina.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.9%
5.1%
20.5%
72.6%