27/07/2021 às 11h20min - Atualizada em 27/07/2021 às 11h20min

Municípios com percentual de aplicação da vacina contra Covid-19 abaixo de 75% não receberão novas doses, diz governador

O governador Mauro Mendes destacou que 35 municípios figuram atualmente na lista das cidades com percentual de aplicação das vacinas abaixo de 75%.

G1 MT
Araguaia Notícia
O governador Mauro Mendes (DEM) anunciou que municípios com taxa de vacinação contra a Covid-19 abaixo de 75% não receberão novas doses do imunizante até que regularizem a situação.

O presidente da Comissão Intergestora Bipartite (CIB), secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo, deve fazer o pedido, que será analisado pelos membros, na reunião desta terça-feira (27).

O governador destacou que 35 municípios figuram atualmente na lista das cidades com percentual de aplicação das vacinas abaixo de 75% e que, em muitos casos, o problema é a falta de atualização do sistema junto ao Ministério da Saúde.

“Eu e o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, estávamos analisando o ranking dos municípios em relação à aplicação da vacina, de acordo com dados oficiais que estão no site do Ministério da Saúde. Vimos que 35 municípios de Mato Grosso estão com a performance muito ruim, abaixo de 75%. Tem município que está com 80%, 90%, 100%. Ou seja, chega a vacina, 3 ou 4 dias depois está no braço do cidadão. Isso é bom para a saúde, para combater essa pandemia e para todos nós termos uma vida normal”, afirmou Mauro Mendes.

Segundo ele, todas as terças-feiras o ranking será atualizado e divulgado para a população.

“Não é justo ficar com vacina estocada. Eu imagino que tem gente que aplicou, mas não atualizou o sistema, o que é ruim para a cidade e para Mato Grosso. Por isso estamos feios na foto quando aparece Mato Grosso com uma performance não muito positiva”, disse ele.

Mauro Mendes voltou a pedir que os prefeitos e os secretários de Saúde atuem de forma mais rígida na atualização dos dados da vacinação nos municípios mato-grossenses.

“Eu peço, mais uma vez, aos prefeitos e aos secretários de Saúde, dois empenhos: primeiro para vacinar rapidamente e segundo para lançar esses dados no sistema, porque se você vacina, faz a fichinha e guarda na gaveta, aí é ineficiência que tem que ser combatida”, destacou.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.8%
5.0%
20.2%
72.9%