27/07/2021 às 11h02min - Atualizada em 27/07/2021 às 11h02min

Polícia prende grupo por ajudar na fuga de dupla suspeita de matar policial em VG

RD News
Araguaia Notícia
A Polícia Militar prendeu cinco homens, na madrugada desta terça (27), suspeitos de terem ajudado Alan Patrick Schuller, 27, e Wesdra Victor Galvão de Souza, 29, a se esconder em Nossa Senhora do Livramento (a 50 km de Cuiabá). A dupla teria espancado até a morte o soldado da Polícia Militar Roberto Rodrigues de Souza, 31 anos, com socos e chutes em Várzea Grande.

Consta no boletim de ocorrência que os militares foram informados que, após o crime, Alan e Wesdra haviam fugido para Livramento e estariam escondidos no hipódromo Francisco Correa de Almeida, onde eles possuem alguns cavalos.

Quando chegaram ao local, os policiais encontraram o veículo Wolksvagem Gol, que estava com um dos agressores no dia do crime, que aconteceu na madrugada de segunda (26). Em conversa com um dos homens detidos, os militares foram informados que Wesdra havia ido até o hipódromo onde deixou o veículo.

Reprodução[suspeitos morte do soldado Roberto Rodrigues de Souza]Tempos depois, outros dois amigos do suspeito providenciaram uma motocicleta para que ele conseguisse fugir do local com Alan. Eles teriam seguido na direção do Distrito Ribeirão dos Cocais. Um dos colegas de Wesdra relatou ainda que a dupla havia dormido no hipódromo e deixado o local durante a manhã desta segunda (26).

Em seguida, os cinco homens, que estavam no hipódromo, foram detidos e encaminhados à delegacia onde devem prestar depoimento.

Crime

De acordo com informações da Polícia Militar, o soldado Roberto morreu devido a um traumatismo craniano causado pelas agressões. Ele deixou três filhos. 

Consta no boletim de ocorrência que o militar estava com amigos em um carro quando disse que precisava parar em algum lugar para ir ao banheiro. Eles então estacionaram na distribuidora. Rodrigues foi ao banheiro e os colegas ficaram aguardando no veículo.

Já no local, o policial teria se desentendido com dois homens que estavam na conveniência. Em imagens é possível ver que, após entrar em luta corporal, Roberto cai no chão desacordado e passa a ser agredido com chutes e socos. A dupla fugiu em seguida em um Wolksvagem Gol preto e um Chevrolet Onix prata.

Roberto foi encaminhado em estado grave ao Hospital Municipal de Várzea Grade. Na unidade de saúde, ele não resistiu aos ferimentos e morreu por volta da meia-noite.Polícia Militar prendeu cinco homens, na madrugada desta terça (27), suspeitos de terem ajudado Alan Patrick Schuller, 27, e Wesdra Victor Galvão de Souza, 29, a se esconder em Nossa Senhora do Livramento (a 50 km de Cuiabá). A dupla teria espancado até a morte o soldado da Polícia Militar Roberto Rodrigues de Souza, 31 anos, com socos e chutes em Várzea Grande.

Consta no boletim de ocorrência que os militares foram informados que, após o crime, Alan e Wesdra haviam fugido para Livramento e estariam escondidos no hipódromo Francisco Correa de Almeida, onde eles possuem alguns cavalos.

Quando chegaram ao local, os policiais encontraram o veículo Wolksvagem Gol, que estava com um dos agressores no dia do crime, que aconteceu na madrugada de segunda (26). Em conversa com um dos homens detidos, os militares foram informados que Wesdra havia ido até o hipódromo onde deixou o veículo.

Reprodução[suspeitos morte do soldado Roberto Rodrigues de Souza]Tempos depois, outros dois amigos do suspeito providenciaram uma motocicleta para que ele conseguisse fugir do local com Alan. Eles teriam seguido na direção do Distrito Ribeirão dos Cocais. Um dos colegas de Wesdra relatou ainda que a dupla havia dormido no hipódromo e deixado o local durante a manhã desta segunda (26).

Em seguida, os cinco homens, que estavam no hipódromo, foram detidos e encaminhados à delegacia onde devem prestar depoimento.

Crime

De acordo com informações da Polícia Militar, o soldado Roberto morreu devido a um traumatismo craniano causado pelas agressões. Ele deixou três filhos. 

Consta no boletim de ocorrência que o militar estava com amigos em um carro quando disse que precisava parar em algum lugar para ir ao banheiro. Eles então estacionaram na distribuidora. Rodrigues foi ao banheiro e os colegas ficaram aguardando no veículo.

Já no local, o policial teria se desentendido com dois homens que estavam na conveniência. Em imagens é possível ver que, após entrar em luta corporal, Roberto cai no chão desacordado e passa a ser agredido com chutes e socos. A dupla fugiu em seguida em um Wolksvagem Gol preto e um Chevrolet Onix prata.

Roberto foi encaminhado em estado grave ao Hospital Municipal de Várzea Grade. Na unidade de saúde, ele não resistiu aos ferimentos e morreu por volta da meia-noite.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.8%
5.0%
20.2%
72.9%