13/10/2011 às 22h51min - Atualizada em 13/10/2011 às 22h51min

Baiano deve ficar no PMDB e quer assumir o Araguaia

Olhar Direto
Midianews deputado Baiano Filho

O deputado estadual Baiano Filho pode desistir da ideia de trocar o PMDB pelo PSD. Após avaliar o convite feito pelo presidente da Assembléia Legislativa José Riva para entrar no PSD e conversar com o governador Silval Barbosa, Baiano informou nessa terça-feira (11) que está mais propenso de continuar no PMDB. “Eu não decidi ainda, mas 80% eu devo continuar no PMDB”.

O parlamentar conta que ficou realmente balançado com o convite do amigo Riva, porém o pedido do governador está pesando no sentido de permanecer no PDMB. Outro motivo é a sucessão municipal em Sinop, principal base eleitoral de Baiano Filho, onde ele já anunciou que irá com o atual prefeito Juarez Costa. “Em Sinop eu vou com meu prefeitão Juarez”, declarou em voz alta.

Além de permanecer no PMDB, Baiano anunciou que ampliará a sua base eleitoral no Araguaia, inclusive entrando com mais ‘força’ em Barra do Garças. E para mostrar poder de fogo, o peemedebista trouxe o secretário de Justiça Paulo Lessa para assumir o compromisso de construir a nova cadeia da cidade, antigo anseio da população. Porém, Baiano levou um não, por enquanto. O secretário ponderou que orçamento do estado para 2011 já fechou e a nova cadeia de Barra ficará para 2012.

Baiano disse que vai defender Barra e pretende ampliar a sua votação nesse município. “Eu não entrei na Barra em 2010 em respeito ao meu colega ex-deputado Daltinho, mas agora eu me sinto no dever de ajudar esse município”, completou.

O peemedebista disse que não concorda com a tese que o Araguaia está órfão de deputado, alegando que ele é o representante da região hoje. “Eu tive 7 mil votos no Araguaia e vou fazer por merecê-los e vou ampliar essa votação para 15 mil na próxima eleição”, prevê. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.5%
16.9%
77.3%