19/07/2021 às 16h30min - Atualizada em 19/07/2021 às 16h30min

Mulher que morreu no primeiro dia de trabalho tem dois filhos e estava feliz com novo emprego em restaurante

Olhar Direto
Araguaia Notícia
A mulher que morreu após uma embarcação virar no Lago do Manso, em Chapada dos Guimarães, neste domingo (18), deixa um casal de filhos pequenos e o marido que perdeu a visão há pouco tempo por causa de um acidente doméstico. Divina da Silva, de 29 anos, morava no distrito de Água Fria e costumava trabalhar como freelancer pelos estabelecimentos da região. Ela estaria muito feliz com a nova oportunidade de emprego. 

Segundo informações apuradas pela reportagem, Divina terminava seu primeiro dia de trabalho no restaurante Trapiche Xaraés por volta das 19h. Uma embarcação que estaria com ao menos nove funcionários virou depois de uma onda causada pelo vento. Todos conseguiram se salvar, Dívina, porém, desapareceu.

Durante acionamento via Ciosp, o informante disse que a vítima estaria com colete salva-vidas. No entanto, durante buscas subaquáticas os bombeiros encontraram o corpo por volta das 8h20 desta segunda-feira (18), sem a proteção, submerso por 3 metros, a 40 metros da margem do lago.

Nas redes sociais, o restaurante Trapiche Xaraés publicou uma mensagem de luto e informou que está fechado temporariamente. A Perícia Técnica (Politec), Marinha do Brasil e Polícia Judiciária Civil apuram o caso.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%