22/06/2021 às 15h47min - Atualizada em 22/06/2021 às 15h47min

Em busca de homicida, Força Tática apreende arsenal de armas em Barra do Garças

Pai e irmão do suspeito assumiram que as armas seriam deles e não teriam sido utilizadas no homicídio

Araguaia Notícia
Uma equipe de Força Tática do 5º Comando Regional da Polícia Militar (PM) realizou a apreensão de diversas armas de fogo na manhã de terça-feira (22/06). Os policiais realizavam buscas com finalidade de localizar um indivíduo suspeito de ter ceifado a vida de Sergiano Santos Ramos, de 33 anos, com um tiro no coração, crime ocorrido na verdade no bairro Novo Horizonte. 

Testemunhas do crime informaram a polícia o nome do suspeito e o local de residência do mesmo. Os policiais foram até o local, no intuito de localizar o individuo, porém, este não se encontra.

Na residência foram localizados o pai e o irmão do suspeito. Indagados sobre o paradeiro de seu parente, informaram ter conhecimento de que o mesmo teria ceifado a vida de outra pessoa, porém não sabiam de sua localização.

Os policiais foram autorizados a fazer buscas no local, na intenção de localizar o suspeito de homicídio, porém acabaram encontrando um verdadeiro arsenal de armas de fogo e munições.

Nas buscas foram encontradas quatro armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 e vinte e seis munições do mesmo calibre deflagradas, duas garruchas artesanais de calibre 22 e vinte e cinco munições do mesmo calibre intactas, além de uma espingarda artesanal.

O irmão e pai do suspeito do homicídio assumiram ser donos das armas de fogo e negaram que o este tenha usado alguma destas para praticar o crime. 

Nenhum dos documentos necessários para a posse das armas de fogo localizadas foi apresentado, configurando assim, crime de posse ilegal de armas de fogo sem registro.

O caso foi entregue à Delegacia de Polícia Judiciária Civil, para as providências cabíveis. Os policiais continuam em buscas pelo suspeito do homicídio.

DENÚNCIE 

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar, sem precisar se identificar, por meio do 190 ou disque-denúncia 0800.65.3939. Nesses números, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto, ponto de venda de drogas ou produtos roubados/furtados em posse de suspeitos.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%