30/09/2011 às 07h05min - Atualizada em 30/09/2011 às 07h05min

Promotor flagra máquinas públicas trabalhando área particular

O flagrante pode custar o mandato do prefeito Barriguinha de Torixoréu

Olhar Direto
Vanney Neves Promotor Marcos Brant chegando na fazenda onde as máquinas faziam uma pista de pouso e uma represa

As máquinas da Prefeitura de Torixoréu, a 556 km de Cuiabá, foram apreendidas na manhã desta quinta-feira (29), numa operação do Ministério Público Estadual (MPE) que flagrou o maquinário trabalhando em propriedade rural particular.

Dois caminhões basculantes com logomarca da prefeitura, doados pelo programa MT 100% equipado do Governo do Estado, estavam sendo utilizados na construção de uma pista de pouso e um aterro na fazenda Barra do Diamantino, do empresário identificado como Valmir, sócio na empresa de lixo Evolu Servic que atua em Barra do Garças.

Os motoristas que são da prefeitura estavam carregando os caminhões com terra com apoio de patrola particular no momento que o promotor Marcos Brant Gambier Costa chegou acompanhado de agentes da Polícia Federal e Civil de Barra do Garças. O promotor mandou para todo o serviço e mandou recolher todo equipamento. Toda movimentação foi registrada por funcionários do Ministério Público e pelo vereador Vanney Neves (PC do B) que acompanhou a denúncia.

A informação é que os caminhões estavam trabalhando na fazendo a quase uma semana. Inicialmente foram outros fazendeiros que viram a irregularidade e chamaram o vereador de oposição. Este por sua vez, acionou o Ministério Público. Numa foto aparece o promotor chegando na área com uma máquina fotográfica.

Marcos Brant determinou o recolhimento dos caminhões no pátio da prefeitura e informou que vai instaurar o inquérito civil público de improbidade administrativa contra o prefeito de Torixoréu, Máximo Barriga (PSB).

De acordo com a lei, é vedada a utilização de máquinas públicas em obras particulares.

"Enquanto os menos favorecidos estão sendo excluídos dos benefícios públicos, o rico que tem condições econômicas de sobra para a construção e manutenção de sua terra, é privilegiado pelos abusos de poder do Governo Municipal", ressaltou Vanney que acredita que o fazendeiro teria condições de contratar os caminhões, como fez com relação a patrola e não precisava usar caminhões da prefeitura.

O outro lado

O prefeito de Torixoréu, Máximo Barriga (PSB), disse que quando tomou conhecimento da denúncia seguiu para Barra do Garças com objetivo de se explicar ao promotor Marcos Brant sobre o fato.

Por telefone, Barriga alega que essa prática de ceder máquinas é comum no interior onde as prefeituras tentam ajudar os produtores rurais. “Esse produtor alega que não estava conseguindo máquinas para fazer o serviço e então resolvemos ajudá-lo. E na Câmara tem várias leis de cooperação para auxiliar outros municípios e até mesmo produtores”, conta Barriga.

O prefeito voltou a se queixar da oposição sistemática que está sofrendo do vereador Vanney e que isso estaria prejudicando a sua administração e também a população. “Se a prefeitura for proibida de ajudar os produtores rurais, quem perderá com isso será a região de Torixoréu”, finalizou.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.7%
4.7%
20.2%
73.4%