03/10/2011 às 22h13min - Atualizada em 03/10/2011 às 22h13min

Araguaia iguala horário com Cuiabá durante horário de verão

Olhar Direto
Japomirim Noticias

O horário de verão está chegando. Terá início a zero hora do dia 16 de outubro de 2011 e se estenderá até o dia 26 de fevereiro de 2012, quando o relógio será adiantado em uma hora nas regiões de Sul, Sudeste e Centro Oeste.

E como ocorre desde 1998, Barra do Garças e a maioria dos municípios do Araguaia vão seguir o horário de Mato Grosso durante esse período. Essa foi a forma encontrada pela região para driblar o fato de acordar mais cedo e manter o relógio biológico intacto.

A iniciativa começou numa pesquisa da Rádio Aruanã em 1998 cujo resultado foi acatado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e depois transformado em lei pela prefeitura barra-garcense. A ideia agradou em cheio a população. O único incomodo é com relação ao horário dos bancos das 09 às 14 horas e das 12 às 18 horas do Fórum.

A medida adotada em Barra do Garças é copiada nos municípios do Araguaia: Nova Xavantina, Água Boa, Canarana, Querência, Ribeirão Cascalheira, General Carneiro, Araguaiana, Pontal do Araguaia, Torixoréu, Novo São Joaquim, Campinápolis, Vila Rica e São Felix do Araguaia. A região do Araguaia segue o horário de Brasília por influencia do estado de Goiás.

No passado vários políticos tentam impor o horário de Cuiabá na cidade e se deram mal. Inclusive perdendo votos. O horário de verão foi adotado pelo Governo Federal com o objetivo de economizar energia no país. Neste período, os dias são mais longos é possível aproveitar melhor a luz solar no período da noite, o que economiza energia.

Apenas as regiões Norte e Nordeste do país estão fora do horário, porque elas estão mais próximas da linha do Equador, e por isso, nestes estados a duração do dia não muda e por esta razão não há economia de energia.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.2%
4.5%
17.2%
77.0%