10/05/2021 às 15h46min - Atualizada em 10/05/2021 às 15h46min

Ex-namorado é suspeito de esfaquear advogada e a filha dela

Segundo a polícia, homem invadiu o apartamento e cometeu o crime. Testemunhas contam que o filho do casal, de 7 anos, saiu correndo do imóvel para pedir ajuda a vizinhos.

G1 GO
Araguaia Notícia
Uma advogada de 30 anos e a filha dela, de 12, ficaram feridas após o ex-namorado da mulher, de 32 anos, invadir o apartamento em que elas moram e atingi-las com golpes de faca, em Anápolis, a 55 km de Goiânia, segundo informações da Polícia Civil. O delegado Cleiton Lobo afirmou que, após o crime, o suspeito abandonou o carro dele no estacionamento do condomínio e fugiu.

O G1 não conseguiu contato com a defesa do investigado.

O crime ocorreu no última sábado (8). O filho do casal, de 7 anos, também estava no local, mas não sofreu ferimentos e foi entregue a uma madrinha. Segundo testemunhas, logo após o pai invadir o apartamento, ele saiu correndo para pedir ajuda a vizinhos.

Mãe e filha foram encaminhadas ao Hospital Municipal de Anápolis (Huana). Segundo a assessoria da unidade de saúde, elas receberam alta no dia seguinte.

Crime

De acordo com a Polícia Militar (PM), enquanto a advogada estava no banho, o homem entrou no apartamento e a adolescente tentou segurá-lo, mas não teve sucesso. Conforme a corporação, mesmo sangrando e reclamando de dores no peito, ela também correu para pedir ajuda aos vizinhos.

O boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil descreve que, após a adolescente sair do apartamento, o suspeito foi até ao banheiro e deu golpes de faca na perna esquerda, abdômen e rosto da advogada. Em seguida, ele fugiu.

Vizinhos relataram aos policiais que viram o suspeito com as mãos sujas de sangue e com aparente tranquilidade descendo as escadas. Instantes depois, a vítima apareceu nua e sangrando e aguardou a chegada dos policiais e do Serviço de Atendimento Médico (SAMU).

A investigação ficará por conta da delegada Marisleide Santos, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

Histórico conturbado

A advogada já tinha medidas protetivas por causa de agressões anteriores do ex-namorado. Em boletim de ocorrência registrado no dia 20 de março deste ano, a mulher denunciou que recebia ameaças do homem e que, na ocasião, ele arrombou a porta de seu apartamento e invadiu o imóvel.

Na denúncia, ela diz que, ao encontrá-la dormindo com seu atual namorado, o ex tirou fotos do casal e enviou por aplicativo para todos os amigos e saiu do imóvel. Com medo, segundo o documento, a mulher foi para a casa da irmã e ao retornar, encontrou o apartamento todo destruído. O boletim informa ainda que a moradora consultou a portaria do prédio, que confirmou que o ex-namorado entrou no local.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%