29/04/2021 às 19h48min - Atualizada em 29/04/2021 às 19h48min

Mulher que conseguiu 80 mil aplicando golpe do 'falso motoboy' em idosas é presa

A suspeita, de 23 anos, mantinha um escritório para prática do crime em um quarto de hotel

Vinicius Mendes / Olhar Direto
ARAGUAIA NOTÍCIA
Uma mulher, que estava aplicando golpes contra vítimas idosas em Cuiabá e cidades vizinhas, foi presa em flagrante pela Polícia Civil na quarta-feira (28), após ter sua identidade descoberta em investigações da Delegacia Especializada de Crimes Informáticos (DRCI). A suspeita, de 23 anos, mantinha um escritório para prática do crime em um quarto de hotel, no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, e teria movimentado R$ 80 mil oriundos dos golpes.

A estelionatária é integrante de uma associação criminosa envolvida em crimes de estelionato e veio da cidade São Paulo (SP), há aproximadamente 30 dias. Ela esteva em Cuiabá aplicando o golpe do “falso motoboy”, e durante o período movimentou aproximadamente R$ 80 mil, oriundos de golpes. Até o momento, três vítimas já foram identificadas, todas elas mulheres e idosas.

Para aplicar o golpe, a suspeita entrava em contato com a vítima, por telefone, se passando por funcionária da agência bancária e comunicando a tentativa de compras fraudulentas. Dando continuidade a conversa, a suspeita dizia que estava fazendo o bloqueio do cartão e induzia a vítima fornecer dados pessoais e bancários da conta.

No final da conversa, a vítima era instruída a cortar o cartão ao meio e em seguida, um motoboy enviado pelo banco iria até a residência para retirada do cartão, que a vítima acreditava já estar cancelado.

O primeiro golpe aplicado pela suspeita ocorreu no dia 06 de abril, contra uma vítima da cidade de Chapada dos Guimarães, ocasião em que conseguiu a vantagem ilícita aproximada no valor de R$ 46 mil. Posteriormente, foi aplicado o mesmo golpe contra uma vítima de 68 anos, moradora de Cuiabá, em que o valor subtraído ficou na casa dos R$ 25 mil.

O último golpe foi aplicado na segunda-feira (26), contra uma senhora de 80 anos, da qual através da fraude, foi subtraído R$ 2,5 mil. Através das investigações da DRCI, foi possível identificar a suspeita e local de onde ela cometia os golpes.

Foram realizadas diligências e utilizada de técnicas investigativas policiais sigilosas que levaram à prisão em flagrante da estelionatária, que foi localizada em um quarto de hotel, na região do bairro Bandeirantes em Cuiabá. Com ela foi apreendido, 15 máquinas de cartão de crédito, utilizadas para realizar as transações bancárias a partir dos cartões que ela adquiria fraudulentamente.

Segundo o delegado da DRCI, Ruy Guilherme Peral da Silva, a estelionatária não possuí antecedentes criminais no estado de São Paulo, porém há suspeitas que ela seja integrante uma organização criminosa interestadual envolvida em golpes cometidos por meios virtuais, sendo representado pela conversão da prisão em flagrante em preventiva.
Notícias Relacionadas »
Comentários »