25/04/2021 às 17h00min - Atualizada em 25/04/2021 às 17h00min

Mestre de capoeira é mais uma vítima da Covid no Araguaia

Adepto ao esporte, com 42 anos, mestre Canarinho como era conhecido, na resistiu ao vírus

Araguaia Notícia e Notícias Interativa
Na madrugada de domingo (25/4), mais um cidadão querenciano deixou familiares e amigos vítima da Covid-19. 

Trata-se de Divino Carlos Batista de 42 anos, mais conhecido por Canarinho.

Divino era mestre de capoeira no município de Querência juntamente com o mestre Dragão. 

Este é o 41° óbito em decorrência do vírus no município. Na rede social vários amigos deixaram mensagens e lembranças do Canarinho: 

"Somos parte de um todo e cada um que passa pela nossa vida não passa em vão. Alguns passam e deixam apenas lembranças de uma situação, e outras passam e deixam um enorme aprendizado. Divininho, assim como a maioria o conhecia, fora da capoeira, foi uma das pessoas que tive a honra de conhecer, e o primeiro amigo que tive quando fui morar em Campinápolis-MT. Mas nossa maior vivência foi dentro do mundo da Capoeira. E se eu escrevesse uma autobiografia, com certeza a Capoeira ocuparia metade dessa história. E em toda minha trajetoria dentro dessa arte, posso dizer que com ela aprendi mais do que ensinei. E grande parte desse aprendizado é dedicado a ele, nosso amigo Canarinho, que hoje me despeço com aperto no peito, e que com certeza deixará saudades a todos.
Peço licença a família e amigos para falar não somente por mim mas por todos que o conhecia. Perdemos não somente um amigo, mas um artista, um profissional, um pai de família, perdemos parte da história de Campinápolis. Uma pessoa que se eu tivesse que defini-lo em uma só palavra, essa palavra com certeza seria: HUMILDADE!
A vc meu querido amigo Divininho, apenas uma palavra: OBRIGADO.UM SALVE A VOCÊ!!! A toda família meus sinceros sentimentos. Muita luz e força neste momento", mensagem do João Lucas, que mora hoje em Goiânia.



Notícias Relacionadas »
Comentários »