23/04/2021 às 16h11min - Atualizada em 23/04/2021 às 16h11min

Operação Salutem apreende armas, munições e faz autuações de crimes ambientais no Araguaia

Esse resultado diz respeito aos municípios de Nova Xavantina e Campinápolis numa excelente atuação da PM e PJC

Araguaia Notícia
A operação integrada das Forças de Segurança que contou com a Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros e dos Grupamentos Especializados CIOPAER, Força Tática, Batalhão de Trânsito e Batalhão Ambiental deflagrada no dia 21/04 na região de Campinápolis e Nova Xavantina resultou na Apreensão de diversas armas de fogo, munições, autuações ambientais e de trânsito.

No primeiro dia da Operação, uma equipe composta pela Polícia Judiciária Civil, Força tática e PM de Campinápolis localizou um homem de 43 anos de idade logo após uma denúncia de disparo em via pública na vila do PA Santa Celia, localizado na zona rural do Município, o qual foi Autuado e preso pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e disparo de arma de fogo em via pública, tendo em vista que os policiais localizaram uma arma de fogo em sua residência e mais cinco armas de fogo de diversos calibres de sua propriedade que estavam escondidas na casa de seu irmão, além de vários cartuchos intactos.

Ao averiguarem uma denúncia de cultivo ilegal de entorpecente, os Policiais também localizaram 3 pés de maconha numa fazenda do município, os quais foram apreendidos e entregues à Autoridade Policial.

Na cidade de Nova Xavantina, a Equipe da Polícia Ambiental em conjunto com a PJC contou com o apoio da aeronave do CIOPAER que ao sobrevoar a cidade, identificou um loteamento dentro de uma APP (Área de Preservação Permanente), onde havia lotes já ocupados, com obras em andamento à menos de 100 metros de distância do Rio das Mortes, o que configura crime ambiental e infração administrativa nos termos da lei 9.605/1998 e Código Florestal.

Além dessa área, com a ajuda da Aeronave Oficial, foram identificadas vários loteamentos com ocupação ilegal dentro da APP, foram devidamente autuados para posterior deliberação por parte das Autoridades.

No geral, as Forças de Segurança avaliaram como positiva a Operação pois conseguiram reduzir os índices de criminalidade, transmitindo a sensação de segurança na população, mantendo o foco na repressão.

Com informações da PJC de Nova Xavantina 


Notícias Relacionadas »
Comentários »