18/04/2021 às 18h21min - Atualizada em 18/04/2021 às 18h21min

Polícia apura responsabilidade de médico em acidente que causou uma morte no Araguaia

Araguaia Notícia
A Delegacia da Polícia Civil de Porto Alegre do Norte-MT (1.125 km a nordeste de Cuiabá) está apurando as circunstâncias do acidente de trânsito ocorrido no último domingo, 11 de abril, que vitimou Lasaro Pereira Cardoso, 46 anos, que em decorrência dos ferimentos sofridos acabou vindo a óbito na terça-feira, em um hospital de Confresa.

O acidente envolveu uma motocicleta Yamaha Fazer 250, conduzida pela vítima, e um veículo modelo Nissan Altima, em uma região próxima ao rio Tapirapé, no município de Porto Alegre do Norte. O condutor do Nissan, um conhecido médico da região foragiu do local e não prestou socorro à vítima.

A Polícia Militar esteve no local e fez o primeiro atendimento, sendo depois acionada a equipe da Polícia Civil para a coleta de informações e diligências necessárias ao esclarecimento da ocorrência.Os policiais civis apuraram que o condutor da motocicleta teve uma das pernas decepada com o acidente e foi socorrido ao hospital municipal de Confresa. Populares que estavam próximos ao local do acidente fizeram um torniquete na vítima para estancar a hemorragia até a chegada da ambulância.

Os populares informaram ainda que o veículo envolvido no acidente estava parado a 300 metros do local do acidente, mas o condutor não foi encontrado. Uma equipe da PM informou que estava no balneário, conhecido como Prainha, antes do acidente, fiscalizando o cumprimento do decreto municipal sobre medidas sanitárias em relação à pandemia, quando avistou por volta das 17h, o suspeito do acidente ingerindo bebida alcoólica e apresentando sinais de embriaguez.

A equipe da Delegacia de Porto Alegre do Norte está com diligências em andamento para esclarecer as circunstâncias e responsabilidade do acidente e já ouviu testemunhas do fato. A Polícia Civil de Porto Alegre do Norte esclarece ainda que o suspeito do acidente não se apresentou à delegacia do município e tampouco foi liberado pela autoridade policial, diferente das informações que circulam na região.
Notícias Relacionadas »
Comentários »