28/02/2014 às 17h57min - Atualizada em 28/02/2014 às 17h57min

Juíza manda governo divulgar salários de servidores da Seel

Olhar Direto
Olhar Direto

O governo de Mato Grosso deverá divulgar trimestralmente o lotacionograma da secretaria estadual de Esportes e Lazer (Seel), com especificação da remuneração bruta atualizada de todos os servidores, conforme determinado pela juíza Célia Vidotti em ação civil pública movida pela organização não governamental “Moral” (movimento organizado pela moralidade pública e cidadania).

De acordo com a decisão, divulgada na última quarta-feira (26), os endereços e números de documentos pessoais dos servidores não devem ser publicados por questões de segurança e integridade. Vidotti estipulou multa diária de R$ 2 mil caso a decisão seja descumprida.

O processo tramitava desde outubro de 2012. A decisão proferida pela magistrada se baseia no artigo 148 da Constituição estadual, que prevê a publicação dos dados em “Diário Oficial”.

Na ação, a procuradoria do governo estadual alegou que “outros métodos de controle e divulgação dos atos de movimentação de pessoal vêm sendo adotados pelos órgãos da administração pública estadual para cumprimento do preceito constitucional”.

“Não há dúvida que o constituinte estadual exigiu a publicação trimestral dos lotacionogramas de todos os órgãos do estado, inclusive, com a especificação da remuneração atualizada dos servidores. A regra é que a administração dê publicidade a seus atos, a fim de possibilitar a participação fiscalizatória dos cidadãos, assegurando-lhes o direito à informação”, consta da decisão. Vidotti frisou ainda que o lotacionograma da Seel não está não está entre os casos que poderiam ser classificados como sigilosos.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%