12/04/2021 às 16h14min - Atualizada em 12/04/2021 às 16h14min

Após policiais, Estado iniciará vacinação dos profissionais da Educação

Mauro Carvalho explicou que estimativa é de que 10% das doses recebidas pelo Estado sejam destinadas a imunização do grupo

Natália Veloso / Folhamax
ARAGUAIA NOTÍCIA
O governo de Mato Grosso solicitou que, após a vacinação das forças de Segurança, sejam imunizados os profissionais da Educação, tanto da iniciativa privada quanto da pública. Em entrevista ao programa Tribuna, da rádio Vila Real (98,3), o secretário-chefe da Casa Civil de Mato Grosso, Mauro Carvalho, confirmou a informação.

Segundo Carvalho, a estimativa é de que sejam destinadas até 10% das doses recebidas para a imunização do grupo. A possibilidade foi discutida com os secretários de Saúde, Gilberto Figueiredo, e de Educação, Allan Porto. “Estamos fazendo um ofício para a Secretaria de Saúde, solicitando que após a vacinação dos profissionais das forças de segurança, que também sejam imunizados os profissionais da educação”, disse durante entrevista ao programa Tribuna da rádio Vila Real FM. 

Para o secretário, a vacinação dos profissionais da Educação é de fundamental importância para garantir o retorno total das aulas presenciais no Estado.  

As aulas nas escolas estaduais em Mato Grosso estão em modo remoto há mais de um ano. No início deste ano, o Governo chegou a articular a reabertura das escolas na modalidade híbrida, com o revezamento de 50% e seguindo as normas de biossegurança. Com a alta de casos e mortes no Estado, porém, o Governo descartou essa possibilidade nas escolas estaduais. 

Em Cuiabá, as escolas particulares chegaram a retomar as aulas. Porém, elas foram suspensas durante a quarentena de 10 dias, como determinado pelo decreto, se estendendo do dia 29 de março ao dia 9 de abril.

Na última sexta-feira (9), o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) atualizou o decreto anunciando a reabertura de escolas particulares, adotando o funcionamento híbrido, com aulas remotas e presenciais.

Em alguns municípios, as aulas nas escolas particulares e municipais retornaram na modalidade híbrida.
Notícias Relacionadas »
Comentários »