26/02/2014 às 14h43min - Atualizada em 26/02/2014 às 14h43min

Polícia prende suspeito de crime em casa de câmbio que deixou PM e estudante mortos

Olhar Direto
Olhar Direto

A Polícia Civil prendeu na cidade de Acorizal (a 50 km de Cuiabá) um dos suspeitos de invadir uma casa de câmbio localizada na Avenida Getúlio Vargas, em Cuiabá, na última segunda-feira (24), e matar o policial militar Danilo Cesar Fernandes, de 27 anos. A ação ainda deixou morta a estudante Karina Fernandez, de 20 anos. A polícia investiga quem foi o autor do disparo que vitimou a moça.

Em depoimento na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) no final da manhã desta quarta-feira (26), Edilson Pedroso da Silva confirmou a ação criminosa. Ele já possui mais de uma passagem pela polícia e deve ter seu pedido de prisão prventiva expedido ainda hoje.

Em uma rápida entrevista concedida após a pirmeira conversa com o suspeito, o delegado Silas Caldeira declarou que a polícia ainda continua em diligência. Apesar de ainda não ter sido ouvido formalmente, o rapaz deu detalhes da ação para o delegado.

O crime

O crime foi registrado por volta das 16h30 da última segunda-feira, quando a "Câmbio Rápido" foi invadida em uma rápica ação registrada pelas câmeras de segurança (assista aqui). Houve troca de tiros com dois policiais que estavam no interior da loja e a estudante de publicidade morreu na hora. O soldado da PM pouco depois.

Na manhã de hoje, o governador Silval Barbosa, durante visita a Arena Pantanal informou à imprensa sobre a prisão do criminoso e afirmou que o Estado 'está reagindo às ações de violência, mas que essas não são situações exclusivas de Mato Grosso".

Ratificou ainda o governador que se reuniu nas primeiras horas da manhão com o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, dentre as quais citou a ampliação do policiamento preventivo, dentre eles, pontuou o aumento da frota das forças de segurança, entre outras ações. Anunciou o resultado do concurso realizado em janeiro, com o ingresso de mais de dois mil policiais que devem entrar em atividade até o mês de junho. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%