04/04/2021 às 17h36min - Atualizada em 04/04/2021 às 17h36min

Policiais e populares salvam homem que se jogou no Rio Rio Araguaia

Araguaia Notícia
Policiais Militares durante policiamento ostensivo pelo cais da cidade no sábado (3/4) encontraram um cidadão ameaçando se jogar no rio Araguaia, na cidade de Cocalinho, na região do Araguaia, em Mato Grosso.

Os PMs conversaram com o mesmo na tentativa de desencorajá-lo, porém o cidadão estava irredutível. Quando os policiais tentaram se aproximar o cidadão soltou as mãos da grade de proteção e se jogou no rio.

O sargento Barros tentou agarrá-lo pela gola da camisa, que rasgou e o cidadão caiu no rio. Ele ainda nadou até o meio do rio, onde cansou e começou a se afogar. Logo em seguida os policiais militares conseguiram uma canoa com motor, e se deslocaram até o local com mais duas pessoas.

O cidadão estava se afogando, mas foi retirado das águas e reanimado ainda na canoa. Após os primeiros socorros ele foi transportado ao Hospital Municipal de Cocalinho, para um atendimento mais adequado. Ele ficou internado sob observações médica. Horas depois o mesmo recebeu alta do hospital.

Os policiais se deslocaram até a residência do mesmo para conversar com ele. Na casa dele, seu filho estava presente e ambos agradeceram pelo socorro prestado. Ele relatou que vem enfrentando problemas trabalhistas e problemas familiares e por isso, entrou em depressão já faz algum tempo.

Foi solicitado então a presença da profissional em psicologia para avaliar o mesmo e ajudar ele a se tratar dessa doença. A Polícia Militar de Cocalinho externou agradecimentos aos populares Gabriel Batistuta, Leonardo Peres, Lucas Gomes e enfermeira Janaina que auxiliaram os militares para salvar a vida dele.

A PM também deixa um alerta a população: depressão é uma doença séria que afeta grande parte da população. As pessoas devem ficar de olho para ajudar a salvar vidas, pois às vezes as pessoas doentes só querem ser ouvidas. (Ascom). 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.4%
24.0%
1.6%