25/03/2021 às 09h19min - Atualizada em 25/03/2021 às 09h19min

Secretário diz que governador Mauro fez a parte dele: 'Vamos rezar e orar para que a pandemia diminua'

Isabela Mercuri e Max Aguiar / Olhar Direto
ARAGUAIA NOTÍCIA
O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico César Miranda disse que o governador Mauro Mendes (DEM) recebeu com tranquilidade a notícia da rejeição do projeto de adiantamento de feriados, e não deve emitir decreto com “lockdown”. Segundo ele, o futuro está nas mãos da população.

“A Assembleia é soberana. O governador recebeu com muita tranquilidade. Ele fez a parte dele, a Assembleia analisou e achou por bem não aprovar o projeto. Isso é normal, é democracia, por isso que existem os três poderes. E a gente vai ter que conviver com essa situação e rezar para que a pandemia diminua e que as pessoas tenham consciência”, afirmou, logo após a votação.
  
César Miranda afirmou que entende o posicionamento dos parlamentares, mas lamentou a situação da pandemia no Brasil. “A economia está sofrendo muito, tem setores que sofrem mais, setores que sofrem menos, mas todos sofrem. De outro lado você tem uma pressão em cima do sistema de saúde, e isso não é só em Mato Grosso, não é só no Brasil,  é no mundo, e isso não tem como melhorar. Não é só leitos de UTI, você precisa ter os profissionais... realmente é uma situação que tem que tem uma harmoniza para tentar equilibrar a prioridade que é salvar vidas e salvar empregos”, completou.
 
O gestor ainda cobrou consciência da população que continua se aglomerando, e se mostrou insatisfeito com as festas que aconteceram no último final de semana. “Todo mundo sabe que é uma doença perigosa, que a nova cepa contamina muito mais que a primeira, e as pessoas ainda vão se aglomerar sem máscara? (...) O principal é que cada pessoa tenha sua consciência”, disse.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.3%