24/03/2021 às 17h25min - Atualizada em 24/03/2021 às 17h25min

Homem é preso por assassinar colega de trabalho e colocar fogo na residência da vítima em Cocalinho

Araguaia Notícia
O acusado quando foi preso estava com a perna cheia de queimaduras. Ele foi levado primeiro ao hospital e depois para delegacia
Na manhã de quarta-feira (24/3) a Polícia Militar prendeu um homem de 29 anos por assassinar à tiros André Luiz Barbosa da Silva, de 34 anos e incendiar a casa da família da vítima, no dia 20/3, em uma fazenda, em Cocalinho-MT. O suspeito foi preso em uma propriedade rural no município de Novo Santo Antônio.

Após o registro do crime em Cocalinho, a PM realizava diligências para localizar o suspeito, quando recebeu informações na quarta-feira sobre o paradeiro do suspeito. De imediato, os policiais foram até uma propriedade rural em Novo Santo Antônio, cercaram a região e prenderam o suspeito.

O homem que apresentava queimaduras pelo corpo confessou que atirou na vítima após um desentendimento entre eles por causa de uma dívida e que a arma de fogo utilizada seria de André. Segundo a esposa da vítima, o suspeito atirou em seu marido por causa de pagamento por um serviço prestado a seu marido. André teria contratado o suspeito para lhe auxiliar na prestação de serviços braçais na fazenda em que ele trabalhava.

A mulher disse que a vítima ainda não havia recebido para repassar o pagamento do suspeito. Após atirar na vítima, o suspeito colocou fogo na residência da família da vítima. A esposa e os três filhos conseguiram sair da casa em chamas e pediram socorro para a vítima que acabou não resistindo aos ferimentos e veio à óbito no local.

O homem foi encaminhado ao hospital para receber atendimento médico, pois apresentava diversas queimaduras pelo corpo e estava debilitado, em seguida a PM o conduziu à delegacia de Ribeirão Cascalheira

A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 08000.65.3939. Nesse número sem custo de ligação, qualquer cidadão por informar situações suspeitas ou crimes.

Fonte: Greyce Lima / Secom-MT 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%