24/03/2021 às 15h21min - Atualizada em 24/03/2021 às 15h21min

Justiça mantém prisão de membro do CV acusado de assaltar banco em Barra do Garças

O Livre
ARAGUAIA NOTÍCIA
O juiz da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, manteve a prisão preventiva de Vanderson Pereira de Souza, tido como um dos membros da organização criminosa Comando Vermelho em Mato Grosso e preso desde a Operação Reditus da Polícia Civil deflagrada em janeiro de 2020.

A decisão foi publicada nesta quarta-feira (24/3) no Diário da Justiça. Wanderson Sousa ainda é acusado de participação em um assalto a uma agência do Banco do Brasil em Barra do Garças (512 km de Cuiabá) em março de 2018.

A defesa requereu a revogação da prisão preventiva sustentando que o acusado possui bons antecedentes e família constituída, o que por si só atrairia a incidência de substituir a prisão preventiva por medidas cautelares como a utilização de tornozeleira eletrônica e comparecimento mensal à Justiça.

No entanto, o magistrado entendeu que a manutenção da prisão preventiva é necessária para preservar a ordem pública, considerando a gravidade da conduta imputada pelo Ministério Público Estadual (MPE) e a necessidade de interromper as atividades ilícitas da organização criminosa.

A Operação Reditus foi deflagrada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos da Polícia Civil em Rondonópolis (225 km ao Sul de Cuiabá) e foi concluída com o indiciamento de 67 suspeitos, todos já formalmente denunciados a Justiça pelo Ministério Público por diversos crimes como tráfico de drogas, tortura, roubos e corrupção de menores.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.4%