23/03/2021 às 09h37min - Atualizada em 23/03/2021 às 09h37min

Ronaldo Caiado recebe primeira dose de vacina contra a Covid-19

Governador de Goiás tem 71 anos e faz parte de grupo prioritário que começa a ser imunizado contra o coronavírus nesta terça-feira (23) em Goiânia.

G1 GO
ARAGUAIA NOTÍCIA
Governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) recebe a primeira dose de vacina contra a Covid-19, em Goiânia. O gestor tem 71 anos de idade e integra o grupo que começa a ser imunizado nesta terça-feira (23), seguindo cronograma de vacinação da capital.

Por volta de 8h15, Caiado recebeu a dose de CoronaVac na Área I da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), no setor Universitário.

Logo após ser vacinado, Caiado falou sobre a vacinação contra a Covid-19 e anunciou que tem uma reunião agendada com o governo federal. Ele disse que participará do evento representando o Centro-Oeste, e que o encontro deve tratar de negociações para a compra de doses de imunizantes dos EUA e de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) da China.

Nas redes sociais, o governador disse que se sentiu grato ao poder ser vacinado. "Vocês não têm ideia do quanto essa vacina representa e quanta esperança e força ela nos traz. Mas só vou ficar tranquilo no dia que conseguirmos vacinar todos os goianos", escreveu.

Ainda na publicação, Caiado pediu: "Sigam os protocolos, se protejam e, tenham certeza: a sua hora de receber a vacina vai chegar".

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) calcula que já aplicou a primeira dose de uma das vacinas contra a Covid-19 (CoronaVac ou AstraZeneca) em mais de 106 mil pessoas. Dessas, mais de 43 mil também receberam a segunda dose.

Os idosos com 71 anos ou mais que moram na capital podem procurar um dos dez postos de vacinação - veja aqui onde se vacinar.

O estado já recebeu 847.780 doses das vacinas CoronaVac e AstraZeneca desde o início da distribuição dos imunizantes pelo Ministério da Saúde (MS).

Goiás já contabilizou 454.076 pessoas contaminadas e 10.414 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES).
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%