23/03/2021 às 09h35min - Atualizada em 23/03/2021 às 09h35min

Cadeia é desinfectada após mais da metade dos presos serem diagnosticados com Covid-19 em MT

Conforme dados do governo estadual, dos 21 presos, 13 estão infectados.

G1 MT
Araguaia Notícia
Após mais da metade dos reeducandos que cumprem pena na Cadeia Pública de Santo Antônio de Leverger, a 27 km de Cuiabá, testaram positivo para a Covid-19, o local passou por uma desinfecção na manhã desta segunda-feira (22).

O objetivo é reforçar as medidas de prevenção e evitar a proliferação do coronavírus (Covid-19). A unidade já tinha sido desinfetada pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT) há cerca de três meses.

Os 21 reeducandos que cumprem pena na Cadeia de Santo Antônio atualmente passaram por atendimento médico e fizeram testes para detecção do vírus.

Assim que os resultados dos exames ficaram prontos, a Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) disponibilizou medicamentos e acompanha os casos.

Entre os que estão com Covid-19, 12 apresentam sintomas leves e um precisou de internação. O reeducando, de 66 anos de idade, teve o quadro agravado em função de duas comorbidades: diabetes e hipertensão. Ele está internado há oito dias, recebendo o tratamento necessário.

Os 12 reeducandos estão isolados dentro da unidade.

Dois servidores da unidade receberam as instruções para operar o equipamento, que foram repassadas aos reeducandos, para que consigam realizar a desinfecção.

O diretor frisa também que a unidade possui estoque de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), e que o protocolo de isolamento é aplicado a todas as pessoas que ingressam na unidade.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.4%