22/03/2021 às 09h46min - Atualizada em 22/03/2021 às 09h46min

Mãe morre de Covid após perder a filha jornalista pela mesma doença em MT

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
A idosa Cícera da Silva Neponuceno, de 71 anos, morreu na madrugada deste domingo (21) vítima da Covid-19 enquanto estava internada no Hospital Metropolitano de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá.

Cícera é mãe da jornalista Elisângela Neponuceno, de 47 anos, que morreu no dia 7 deste mês vítima de reinfecção pela Covid-19.

Segundo a família de Cícera, ela foi internada no dia 14, uma semana depois de perder a filha, com 50% do pulmão comprometido pela Covid-19.

Inicialmente ela foi levada ao Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG), mas foi transferida para o Metropolitano na segunda-feira (15), onde faleceu por volta de 3h25 deste domingo.

De acordo com a família, ela foi intubada em estado gravíssimo na terça-feira (16). Cícera teve queda de oxigenação e um dos rins parou de funcionar. Ela passou por hemodiálise e até apresentou melhora no sábado (20), mas não resistiu e faleceu durante a madrugada.

Além de Cícera, outros dois filhos dela e o genro também foram infectados pela Covid-19. O genro, marido de Elisângela, ficou 10 dias internado em UTI e recebeu alta médica nesta semana.

Elisângela Neponuceno morreu após ser reinfectada pela Covid-19 — Foto: Arquivo pessoal

Elisângela Neponuceno morreu após ser reinfectada pela Covid-19 — Foto: Arquivo pessoal



Covid-19 em Mato Grosso

Mato Grosso registrou 286.065 casos confirmados da Covid-19 e 6.767 óbitos em decorrência da doença, até este sábado (20), segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Foram notificadas 1.633 novas confirmações de casos e 71 mortes em 24 horas.

Atualmente, 15.277 pessoas estão em isolamento domiciliar e 261.918 estão recuperados.

Há 487 internações em UTIs públicas e 551 enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 91,65% para UTIs adulto e em 66% para enfermarias adulto.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.4%
1.4%