19/03/2021 às 15h20min - Atualizada em 19/03/2021 às 15h20min

PF fiscaliza empresas de segurança, produtos químicos e armas em Barra do Garças

Araguaia Notícia
A delegacia da Polícia Federal de Barra do Garças, no Mato Grosso, realiza a Operação Controle e intensifica fiscalizações de empresas de segurança privada, comercialização de produtos químicos e atividades fiscalizadas pelo SINARM (Sistema Nacional de Armas). Durante a semana do dia 15 a 19/03 policiais federais realizaram diversas diligências na circunscrição policial (área de atuação) de Barra do Garças e região, ocasião em que foram intensificados os trabalhos de fiscalização das atividades vinculadas à Polícia Federal, dentre as quais as afetas ao controle dos produtos químicos e substâncias a que se refere a Lei nº 10.357/01.

Além disso foram realizadas fiscalizações do regular funcionamento de empresas de segurança privada que atuam na região, em especial vistoria de instalações físicas e veículos especiais de transporte de valores e postos de segurança privada em agências bancárias, bem como a visita e inspeção no local onde são desenvolvidas atividades destinadas ao fornecimento de laudos de capacidade técnica e psicológica para a concessão de autorizações relativas à arma de fogo regidas pelo Sistema Nacional de Armas, nos termos da Lei 10.826/03. Em razão de serem consideradas atividades essenciais, os policiais federais constataram a observância dos decretos vigentes para conter os casos da COVID-19, não sendo encontradas irregularidades.

“A importância dos trabalhos realizados se apresenta em razão de se tratarem de atividades sujeitas à fiscalização da Polícia Federal. São atividades que, em razão da natureza especial e sensível, são regulamentadas e fiscalizadas pela PF no seu exercício de poder de polícia administrativa. A fiscalização de produtos químicos que possam ser destinados ilicitamente para elaboração de substâncias entorpecentes, de atuação de empresas de segurança privada e autorizações envolvendo armas de fogo se apresentam como importantíssimas, uma vez que uma atuação irregular e fora das normas pode trazer consequências indesejáveis à sociedade”, diz o chefe da PF em Barra do Garças, Murilo de Oliveira.

Com informações da Assessoria PF de Barra do Garças-MT 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%