19/02/2014 às 18h42min - Atualizada em 19/02/2014 às 18h42min

Produtor rural e piloto morrem em queda de avião em Mato Grosso

Olhar Direto
Ilustração

O produtor rural e empresário Luiz Roberto Gonçalves, de 55 anos, e um piloto – cujo nome ainda não foi identificado – morreram, nesta quarta-feira, depois que o avião monomotor em que ambos viajavam caiu entre Alto Paraguai e Barra do Bugres (140 km de Cuiabá).

De acordo com a Polícia Militar de Barra do Bugres, moradores do Assentamento Ema encontraram os destroços do avião no meio de um matagal. O Corpo de Bombeiros e as polícias Civil e Militar da região foram ao local fazendo os primeiros levantamentos.

O avião pertenceria ao Grupo Canopus – que possui concessionárias de automóveis e motocicletas em diversas localidades de Mato Grosso, Rondônia, Pará, Amazonas, Maranhão e no Distrito Federal.

A aeronave decolou de Tangará da Serra com destino ao Estado de Goiás, por volta das 9h. Um dos assentados em barra do Bugres relatou, à polícia, que houve um estouro quando a aeronave estava no ar e um pedaço da asa teria se soltado, causando a queda do avião.

Técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) já entraram em contato com a Polícia Militar de Barra do Bugres buscando informações do prefixo da aeronave. Uma equipe deve se ir ao local para investigar as causas do acidente.

Luiz foi vice-prefeito de Nova Olímpia (206 km da capital) e em 2012 concorreu ao cargo de prefeito, mas não se elegeu. O produtor também foi diretor agrícola da Usina Itamatary. Ele deixa esposa e três filhos  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%