16/03/2021 às 16h53min - Atualizada em 16/03/2021 às 16h53min

Seduc mantém professores em teletrabalho até 31 de março

Plantões pedagógicos continuam suspensos, assim como atendimentos presenciais

Araguaia Notícia
Atendimentos presenciais serão realizados apenas por meio de agendamento - Foto por: David Borges
Secretário de Estado de Educação, Alan Porto assinou a Portaria 184/2021, publicada no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (15.03), que prorroga o teletrabalho para todos os professores da rede estadual de ensino até o dia 31 de março. Os plantões pedagógicos permanecem suspensos até a mesma data.

A Portaria da Seduc segue determinação do Governo do Estado que prorrogou as medidas restritivas impostas para conter o avanço da Covid-19 em Mato Grosso.

O Estado continua com alto índice de contaminação e de ocupação dos leitos de UTI. Atualmente, há 80 pessoas na fila de espera por UTI.

A portaria da Seduc determina que as escolas estaduais mantenham a mínima estrutura possível para que haja continuidade nas entregas dos kits alimentação escolar e apostilas para os alunos, bem como a limpeza dos prédios.

“Estamos em um momento muito crítico da pandemia da Covid-19 e precisamos redobrar todos os cuidados possíveis. As escolas devem manter o mínimo necessário de profissionais para montar e entregar os kits alimentação, pois eles são fundamentais a milhares de famílias neste momento”, explica o secretário.

Para a entrega dos kits, o secretário reforça que é necessário realizar agendamento com dia e horário para evitar a aglomeração de pais e responsáveis. As escolas também devem redobrar os protocolos de biossegurança.

A portaria também mantém suspenso o atendimento ao público de forma presencial na Seduc-MT. O serviço terá que ser feito por telefone, e-mail, aplicativos de mensagens e afins.

Continua valendo o regime diferenciado de jornada de trabalho dos servidores da Seduc-MT, órgão central e desconcentradas, que já adotaram modalidades de trabalho presencial, de revezamento e teletrabalho.

Fonte: Andréia Fontes / Seduc-MT 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.3%
1.4%