18/02/2014 às 13h24min - Atualizada em 18/02/2014 às 13h24min

Vereadores assinam abaixo-assinado contra pedágio na Estrada de Chapada

Olhar Direto
Olhar Direto

Vereadores de Barra do Garças estão solidários ao movimento dos colegas parlamentares de Campo Verde contra a implantação de praças de pedágio na rodovia MT - 140, que passa por Chapada dos Guimarães e vai até Cuiabá.

A rodovia está entre as de potencial turístico que podem ser inseridas no plano de cobrança de pedágio. Durante blitz dos vereadores de Campo Verde, os vereadores Miguelão Moreira, Geralmino Neto, Ailton Biroska e Comandante Biroska também assinaram o abaixo-assinado contra o pedágio. Já foram arrecadas mais de cinco assinaturas.

Os motoristas estão sendo abordados e convidados a aderirem o movimento. “A Câmara em peso de Campo Verde está aqui nesse evento”, frisou o parlamentar Juca Alves. “Nós também seremos prejudicados porque o povo de MT passa pela Chapada para evitar o trânsito perigoso da Serra de São Vicente”, explicou Miguelão.

A proposta de implantar praças de pedágio em rodovias turísticas de Mato Grosso também foi rechaçada na Assembléia Legislativa-MT pelo deputado José Riva que fez um pronunciamento duro contra o governo sobre esse assunto. Os vereadores de Primavera do Leste ameaçam fechar a MT 130 sentido Rondonópolis devido ao péssimo estado de conservação.

Hoje são quatro praças de pedágio instaladas na MT 130 sem benéficos como acostamento e melhoria na trafegabilidade da rodovia. A intenção do Governo do Estado é terceirizar o serviço de manutenção das rodovias turísticas contrapartida implantar as praças de pedágio.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%