15/03/2021 às 09h19min - Atualizada em 15/03/2021 às 09h19min

Seripa começa investigar queda de avião em Barra do Garças com mortes de piloto e jovem; 2 sobreviveram

David Murba / Só Notícias
ARAGUAIA NOTÍCIA
O Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), confirmou, ao Só Notícias, que passa a investigar a queda do monomotor Neiva  EMB-711C, ocorrida na quarta-feira à tarde, numa fazenda no distrito de Indianópolis em Barra do Garças-MT (509 quilômetros de Cuiabá).

O objetivo das investigações realizadas pelo CENIPA é prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir todos os fatores contribuintes.

O piloto Leonardo Luiz de Oliveira e Silva, de 37 anos, proprietário da aeronave morreu carbonizado. Uma fonte de Só Notícias, informou que ele era engenheiro civil, morador de Goiânia e tinha empresas. Ele também era músico e fazia parte da banda “Chama Q Noix”. Ainda de acordo com a fonte, ele havia conseguido brevê (para estar habilitado a pilotar) há pouco tempo. Leonardo foi sepultado em Goiânia.

A banda de Leonardo divulgou nota de pesar lamentando e dizendo que “você foi e sempre será parte da nossa família. Obrigado por todas as histórias, ensinamentos e dedicação em todos esses anos de banda, estamos ainda sem acreditar Leozinho. Olhe por nós aí de cima, jamais será esquecido, esteja em paz e ao lado do pai”. 

Já Fernanda Beatriz, de 21 anos, que também morreu na queda foi velada e sepultada em Conceição do Araguaia, no Pará.. Por outro lado, um homem, de 27 anos e uma jovem, de 20 anos, outra passageira, sobreviveram a queda e seguem se recuperando.

De acordo com Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) a aeronave foi fabricada em 1977 e o peso máximo de decolagem era de 1202 quilos, com capacidade para três passageiros. A situação de aeronavegabilidade é normal.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.3%
1.4%