12/03/2021 às 11h22min - Atualizada em 12/03/2021 às 11h22min

Piloto que morreu em queda de avião em Mato Grosso era músico de banda em Goiânia

Leonardo Luiz de Oliveira e Silva, engenheiro civil e integrante do grupo 'Chama Q Noix', teve corpo carbonizado após queda de aeronave em Araguaiana. Além dele, uma mulher morreu e um casal ficou ferido.

G1 GO
Araguaia Notícia
O engenheiro civil e músico Leonardo Luiz de Oliveira e Silva, de 37 anos, é uma das vítimas do avião que caiu em Araguaiana, em Mato Grosso. Segundo um amigo dele, ele pilotava o avião. No acidente, além dele, uma mulher morreu e um casal ficou ferido. Morador de Goiânia, Leonardo era integrante da banda Chama Q Noix. Nas redes sociais do grupo, fãs e amigos lamentaram a morte do músico.

“Você foi e sempre será parte da nossa família. Obrigado por todas as histórias, ensinamentos e dedicação em todos esses anos de banda. Estamos ainda sem acreditar, Leozinho. Olhe por nós aí de cima. Jamais será esquecido, esteja em paz e ao lado do pai”.

De acordo com o cantor João Marcos, um dos integrantes da banda, Leonardo era muito querido e bastante respeitado por todos na música goiana. Bastante abalado, ele conta que perdeu um grande amigo.

“Com certeza vai deixar muita saudade. Nunca conheci uma pessoa tão humilde quanto ele. Sempre vou lembrar dele com muito carinho. A ficha ainda não caiu”, disse.

Segundo ele, o músico tinha o costume de viajar a Mato Grosso, onde possuía uma fazenda. No dia do acidente, ele voltava da propriedade com três amigos.

"Ele sempre pilotou e, dessa vez, foi resolver algumas coisas na propriedade como ele fazia de costume. O que sabemos é que teve algum problema na hora da decolagem. Ele era um ótimo piloto", afirmou.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, Leonardo morreu carbonizado junto com uma das tripulantes, uma mulher que não teve a identidade divulgada. Ainda segundo a corporação, um casal que também estava no avião, ficaram feridas e foram encaminhadas para o Hospital Municipal de Nova Xavantina. Ao G1, a unidade informou, por telefone, na tarde desta quinta-feira (11), que não divulga informações sobre os pacientes.

Banda goiana 'Chama Q Noix' faz post em rede social lamentando morte de integrante que vítima de acidente aéreo em MT — Foto: Reprodução/Instagram

Banda goiana 'Chama Q Noix' faz post em rede social lamentando morte de integrante que vítima de acidente aéreo em MT — Foto: Reprodução/Instagram



Acidente

Segundo o tenente Kallel Novais Ribeiro, a aeronave iria decolar com destino a Goiânia e caiu a aproximadamente 500 metros da pista, na tarde de quarta-feira (10). Testemunhas relataram aos militares que o motor da aeronave parou na decolagem.

“A primeira informação que tínhamos era que havia três sobreviventes e uma vítima fatal. No entanto, chegando ao local, nós constatamos que eram duas mortes, sendo que essas duas pessoas, um piloto e uma mulher, morreram carbonizados”, afirmou.

Ainda de acordo com os bombeiros, estiveram no local do acidente equipes da Polícia Civil, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Serviço de Busca e Salvamento da Força Aérea Brasileira, que irão apurar as causas do acidente.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.3%
1.4%