07/03/2021 às 17h30min - Atualizada em 07/03/2021 às 17h30min

Mato Grosso tem 56 na fila da Covid e pede para transferir pacientes para outros Estados

Folhamax
ARAGUAIA NOTÍCIA


Com as UTIs superlotadas, a Secretaria de Saúde de Mato Grosso está buscando a transferência de pacientes contaminados com Covid no Estado para outras unidades da federação. Neste domingo, existem 59 pessoas aguardando um leito de UTI em Mato Grosso.

Apesar do "apelo", ainda não há nenhuma resposta para a transferência. 

Por meio de nota, o Governo do Estado lembrou que atendeu pacientes de outros estados, como Amazônia e Rondônia, quando dispunha de vagas. Destacou que o SUS é um sistema universal para atender todos os brasileiros. 

"É importante frisar que, considerando a universalidade do Sistema Único de Saúde (SUS), o estado de Mato Grosso prestou assistência aos pacientes de Rondônia em janeiro deste ano e cedeu UTIs para o tratamento de pessoas que esperavam por uma vaga", diz a nota.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (06.03), 260.760 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.993 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. No sábado, havia apenas três leitos de UTI disponíveis no Estado. 

Íntegra da nota do Governo de Mato Grosso:

"A Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) informa que solicitou o auxílio dos demais estados da federação para a possível transferência de pacientes com a Covid-19. Até o momento, não houve confirmação oficial por parte dos estados.

Atualmente, Mato Grosso registra 59 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de Terapia Intensiva. É importante frisar que, considerando a universalidade do Sistema Único de Saúde (SUS), o estado de Mato Grosso prestou assistência aos pacientes de Rondônia em janeiro deste ano e cedeu UTIs para o tratamento de pessoas que esperavam por uma vaga."

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%