07/03/2021 às 17h23min - Atualizada em 07/03/2021 às 17h23min

'Piratas' atacam e roubam aventureiro que saiu de Barra do Garças para ir do Araguaia ao Amazonas

Araguaia Notícia


Um aventureiro que foi atacado e roubado por “piratas” no Rio Araguaia teve os seus bens devolvidos, na sexta-feira (05), após ação da Polícia Civil e  Polícia Militar de Santa Terezinha (1.312 km a nordeste de Cuiabá).

O aventureiro, de 70 anos, é aposentado do Município de Mineiros (G0) e saiu de Barra do Garças no dia 04 de fevereiro para realizar uma aventura de barco.

O aposentado descia o Rio Araguaia em sua embarcação, rebocando uma canoa de quatro metros e um motor de popa. Na quarta-feira (03), ele atracou na cidade de Santa Terezinha e no dia seguinte (04) deu continuidade a sua viagem.

Durante o trajeto, o aposentado foi abordado por três pessoas que estavam em outra canoa e encostaram-se à sua embarcação e anunciaram o assalto. Os criminosos roubaram combustível, o motor de popa e o barco auxiliar da vítima, assim como uma pequena quantia em dinheiro.

A abordagem da vítima ocorreu entre os distritos da comunidade Antonio Rosa e Lago Grande, pertencente ao município de Santa Terezinha e que fazem divida com a Ilha do Bananal do município de Pium (TO). Após o roubo, a vítima atracou sua embarcação na comunidade Lago Grande e contou os fatos para moradores da comunidade.

O fato viralizou pelos grupos de WhatsApp e veículos de comunicação da região, chegando ao conhecimento das forças de segurança do município.

Assim que tomou conhecimento dos fatos, as equipes da Delegacia de Santa Terezinha e da Polícia Militar iniciaram as diligências para averiguar os boatos que estavam circulando nas redes sociais.

Durante as diligências na comunidade, os policiais colheram informações com moradores, conseguindo localizar a canoa e o motor roubados da vítima em uma ilha na região, a aproximadamente dois quilômetros do distrito. Após a recuperação, os bens foram restituídos à vítima que apesar de ficar muito contente com ação das forças de segurança, disse que não queria registrar o boletim de ocorrência e apenas seguir a sua viagem.

Segundo o delegado de Santa Terezinha, José Ramon Leite, apesar da vítima não manifestar interesse, o boletim de ocorrência foi registrado e as investigações seguem em andamento para identificar os autores do crime.

“A vítima saiu para viver uma aventura e estava viajando há cerca de um mês pelo Rio Araguaia com a pretensão de chegar ao Amazonas, quando foi surpreendida pelos criminosos armados, que agiram como verdadeiros piratas subtraindo bens, fato que possivelmente dificultaria a continuidade da viagem do aposentado”, explicou o delegado.

Fonte: Midia News e Assessoria PJC-MT

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%