04/03/2021 às 16h18min - Atualizada em 04/03/2021 às 16h18min

Mauro Mendes assina ordem de serviço para projeto da Ponte do Fontoura

Naiara Martins / Assessoria AL - MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


O deputado estadual Dr. Eugênio Paiva (PSB) comemorou a assinatura da ordem de serviço dada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (SINFRA) para a elaboração do projeto técnico de construção da ponte de concreto sobre o Rio Fontoura, localizada na MT-430. A ponte com mais de 300 metros liga os municípios de Santa Cruz do Xingu e Vila Rica, e faz parte do Programa Pró Concreto, do Governo do Estado.

O documento assinado no dia 1º de março, que autoriza a empresa AGRIMAT Engenharia e Empreendimentos a dar início ao projeto técnico, é resultado de uma série de articulações liderada por Eugênio junto ao Governo do Estado.

Para Dr. Eugênio, a localização da ponte é estratégica, uma vez que atua como principal via de escoamento da produção no entorno da travessia. Nos últimos anos, os municípios de Santa Cruz e São José do Xingu, assim como toda a região que forma o “quadrilátero da soja” que soma os municípios de Confresa e Vila Rica, têm despontado como grandes produtores de grãos com safras recordes a cada ano. Com destaque ainda para o potencial produtivo dos Distritos de Brasipaiva, Carmelita e Três Flechas.

“Mais uma vitória do Araguaia. Após diversas reuniões com o governo do Estado, prefeitos, vereadores e com o próprio setor produtivo finalmente recebemos a notícia sobre o início dos trabalhos de elaboração do projeto da ponte. Estivemos na ponte há exato um ano, e conhecemos de perto o grande potencial da região. Além de garantir a retirada segura da produção, a ponte deve encurtar em mais de 200 quilômetros o trajeto até os portos do chamado “Arco Norte”, como Miritituba e Barcarena no Pará. Após muitas promessas, a ´ponte sobre o rio Fontoura começa a se tornar realidade”, afirmou o deputado Dr. Eugênio.



Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.4%
1.4%