03/03/2021 às 12h19min - Atualizada em 03/03/2021 às 12h19min

Morador é multado em R$ 4 mil após realizar festinha clandestina

Araguaia Notícia


Uma festa clandestina, com 150 pessoas, foi denunciada no setor Industrial na cidade de Primavera do Leste, na saída para Paranatinga. A fiscalização chegou ao local às 23 horas de sábado (27/2) e orientou os participantes sobre a proibição do evento por causa da pandemia e da perturbação de sossego, devido ao excesso de barulho naquele horário.

Após a dispersão, os organizadores da festa clandestina decidiram mudar de local. Os cerca de 150 participantes se reuniram em outra residência no bairro Primavera II. Mais uma vez a fiscalização foi informada e se deslocou até o novo endereço. Foi constatado que se tratava das mesmas pessoas da primeira abordagem. Por causa da reincidência, confirmada horas depois, o proprietário do imóvel foi multado em R$ 4.090,00 (quatro mil e noventa reais) por aglomeração e perturbação de sossego.

Mais de 40 denúncias de perturbação de sossego e aglomeração foram feitas na Coordenadoria de Fiscalização da Prefeitura de Primavera do Leste, neste último fim de semana que antecedeu o início do fechamento de bares e restaurantes conforme o novo decreto municipal nº 2.025.

As novas regras para as atividades econômicas entraram em vigor nesta segunda-feira (01) e têm o prazo de 15 dias. Dois bares e uma residência foram autuados e multados por descumprirem as determinações de biossegurança para o enfrentamento ao novocoronavírus.

A equipe de fiscalização da prefeitura visitou mais de 30 bares e restaurantes e contou com o apoio das polícias militar e civil. O principal objetivo foi orientar os proprietários sobre a importância de respeitar as medidas do novo decreto que proíbe o atendimento ao público no local durante a primeira quinzena do mês de março. 

ANTES DO FECHAMENTO TOTAL

No fim de semana, o atendido ao público estava liberado para bares e restaurantes desde que os estabelecimentos respeitassem o distanciamento de 1,5 metros entre as mesas ou então não ultrapassassem o limite de 50% da capacidade máxima de público. Mesmo assim, as regras foram violadas. Os fiscais flagraram dois bares que não cumpriram o distanciamento das meses e promoveram aglomerações. Os proprietários foram conduzidos até a delegacia da Polícia Civil e foram multados em R$ 4.090,00 (quatro mil e noventa reais) por não cumprirem as medidas de combate à pandemia da COVID-19. Em caso de reincidência, o estabelecimento pode ser lacrado por 30 dias. (Vale lembrar que pelos próximos 15 dias o atendimento só poderá ser feito na modalidade delivery ou então o cliente poderá retirar o pedido no local até as 22 horas). 

Fonte: Assessoria Prefeitura de Primavera do Leste-MT
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%