01/03/2021 às 20h33min - Atualizada em 01/03/2021 às 20h33min

IFMT mantém suspensão de atividades presenciais até 30 de junho por causa da Covid-19

A prorrogação é vista como forma de combate ao Covid-19 para garantir a biossegurança sanitária nos campi e na reitoria. O IFMT conta com 19 unidades no estado.

G1 MT
Araguaia Notícia
O Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) decidiu manter a suspensão das atividades presenciais nos campi da instituição até o dia 30 de junho por causa da Covid-19.

A medida foi tomada pelo Conselho Superior (CONSUP) que decidiu manter as atividades remotas até essa data.

A prorrogação é vista como forma de combate ao Covid-19 para garantir a biossegurança sanitária nos campi e na reitoria. O IFMT conta com 19 unidades no estado.

Já a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) voltou às aulas no dia 8 de fevereiro de modo remoto.

Casos de Covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (28), 250.889 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.806 óbitos em decorrência do coronavírus no estado.

Foram notificadas 363 novas confirmações de casos de coronavírus e 17 mortes pela doença nas últimas 24 horas no estado. Dos 250.889 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.509 estão em isolamento domiciliar e 235.269 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 403 internações em UTIs públicas e 374 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 88,96% para UTIs adulto e em 43% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (53.729), Rondonópolis (19.483), Várzea Grande (15.888), Sinop (12.883), Sorriso (10.305), Tangará da Serra (9.992), Lucas do Rio Verde (9.336), Primavera do Leste (7.456), Cáceres (5.545) e Nova Mutum (5.064).
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%