26/02/2021 às 22h48min - Atualizada em 26/02/2021 às 22h48min

Prefeito decreta lockdown em Bom Jardim e suspende atividades não essenciais a partir de sábado

A lei entra em vigor para conter o vírus e supermercados, padarias e farmácias vão funcionar mas só podem atender até 5 pessoas por vez

Araguaia Notícia


A prefeitura de Bom Jardim-GO é a primeira na região a decretar lockdown nesta segunda onda da Covid e decidiu fechar o comércio a partir de sábado dia 27/2 por um período de 15 dias. Durante esse período ficam funcionando serviços essenciais supermercados, postos de combustíveis, padarias e farmácias, mas com limitação de até 5 pessoas para serem atendidas por vez.

O decreto foi assinado pelo prefeito Odair Severino Leonel e publicada no dia 24/2. Bom Jardim está com seis óbitos, duas pessoas internadas e já teve 383 casos desde que começou a pandemia. Ocorre que o município, de 9 mil pessoas, está preocupado com as informações sobre a mutação do vírus que está vindo mais forte e a suspeita também de reinfecção já com o surgimento de alguns casos em Primavera do Leste e Cuiabá.
 
Fica declarado novo estado de emergência sanitária em Bom Jardim e estão suspensas as atividades de comércio, serviço e indústria não essenciais à população; também ficam proibidas todas as atividades que resultam em aglomeração de pessoas em quantidades superiores a 10 (dez), por ambiente, respeitando-se a quantidade de uma pessoa por m², nas atividades essenciais; fica ainda vedado o comércio ambulante.
 
Supermercados, mercearias e padarias terão que se limitar o atendimento simultâneo para no máximo de cinco pessoas; os postos de combustíveis; os serviços de urgência e emergência em saúde; oficinas mecânicas; borracharia; comércio de remédios e produtos veterinários e as instituições financeiras, conforme determinações da saúde.
 
As repartições municipais funcionaram com trabalho interno, sem atendimento ao público, sendo autorizado o atendimento somente no Departamento de Arrecadação.

A fiscalização sanitária municipal, acompanhada da corporação da Policia Militar do Estado de Goiás, deverá a autuar e interditar toda e qualquer ação de pessoas ou empresas que venham a contrariar as disposições deste decreto. Os serviços não essenciais deverão atender somente por delivery.

O uso de máscara para proteção facial é obrigatório para as pessoas circularem fora de seus domicílios. Os hotéis e pensões somente poderão hospedar em 50% (cinquenta por cento) de sua capacidade, resguardando-se a preferência para técnicos que atuem na área de suporte aos serviços públicos,
 
Os velórios, sem vínculo do falecido com a contaminação da COVID-19, não poderão exceder a duração de quatro horas.
 
O prefeito de Bom Jardim ratificou o decreto do governador Ronaldo Caiado, de 26 de janeiro de 2021, proibindo a Os velórios, sem vínculo do falecido com a contaminação da COVID venda e consumo de bebidas alcoólicas, em locais de uso público coletivo das 22:00 às 06:00 horas, no território municipal.
 
O prefeito alega que recebeu uma nota técnica da Secretária de Estado da Saúde, indicando o agravamento da contaminação de pessoas deste Município, o qual faz parte da região com situação de calamidade em decorrência do contágio pelo Coronavírus, em quantidades em 2021 superiores a todo   número ocorrido em 2020.
 
O decreto de Bom Jardim segue também recomendação da Promotoria de Justiça da Comarca de Aragarças, no sentido de adoção de medidas urgentes na cidade com vistas à contenção do contágio, através de rigoroso controle social, inclusive também em razão do colapso na disponibilidade de leitos hospitalares para socorro dos casos mais graves.

LEIA AQUI DECRETO NA ÍNTEGRA


 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

2.2%
4.3%
19.4%
74.2%