10/02/2014 às 09h30min - Atualizada em 10/02/2014 às 09h30min

Dois jovens são esfaqueados durante festa em MT

Olhar Direto
Facebook

Uma festa promovida no Rancho Minas, na Br 158, em Barra do Garças, na madrugada de domingo (9), terminou com duas pessoas esfaqueadas. A adolescente Joyce Mileide da Silva Matos, 18 anos, ficou com ferimentos graves no abdômen. A segunda vítima da briga foi um rapaz esfaqueado, superficialmente, no pescoço, todavia ele não procurou atendimento médico e nem registrou a ocorrência policial.

A mãe da adolescente, Valquíria Matos, conta que a filha estava com o namorado na festa e o casal se preparava para ir embora, quando o rapaz foi ao banheiro e Joyce ficou na porta o aguardando sozinha. Isso por volta das 4 horas da madrugada e nesse momento começou uma briga e a jovem foi esfaqueada. Ela não soube precisar se foi ferida por um garoto ou garota que estavam perto dela em função do tumulto que houve.

O namorado, quando saiu do banheiro, já encontrou Joyce ensangüentada e caída no chão. A adolescente foi socorrida por terceiros e levada ao Pronto Socorro do município, onde foi submetida a uma cirurgia. A polícia somente tomou conhecimento do fato no hospital.

A mãe alertou para o fato de que esse tipo de festa, tão popular entre os jovens, são realizadas em lugares distantes onde não pega sinal de celular e não há policiamento. Segundo ela, o Rancho Minas estava lotado e tinha pouco seguranças. A festa era no estilo rave com som alto normalmente eletrônico.

Um dos seguranças chegou a comentar com amigos de Joyce que provavelmente os garotos com faca podem ter entrado pelo fundo no rancho pulando a cerca.


Outro caso

Em dezembro, a jovem Milena Pereira de Jesus, 18 anos, também foi vítima numa festa fora da cidade. Ela estava no pesque-pague Peskol, em Barra do Garças, quando saiu de moto foi atingida por um carro, conduzido por Nilson, que ainda voltou o carro e passou por cima da garota novamente. Em função disso, Milena está internada até hoje com fraturas nas pernas e bacia. O motorista pagou fiança e aguarda julgamento em liberdade.

O Ministério Público voltou a proibir festa no Peskol, que ano passado, já havia sido fechado por suspeita de consumo de álcool, droga e presença de menores em seu ambiente.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
5.0%
16.6%
77.0%