31/01/2021 às 16h59min - Atualizada em 31/01/2021 às 16h59min

Caminhoneiro youtuber que passava por Barra do Garças escapa de levar multa de 3.428,95

Araguaia Notícia


O caminhoneiro e youtuber conhecido como Marinheiro da Estrada passou no dia 28/1 pela cidade de Barra do Garças-MT divulgando detalhes e belezas do seu trajeto com vídeos em alcançam várias visualizações.

Neste vídeo, o Marinheiro da Estrada começou a gravar no Posto Carinhoso em Aragarças-GO e atravessou as pontes vindo para Mato Grosso na cidade de Barra do Garças. Durante o percurso, ele destacou informações sobre a população e atrativos turísticos da cidade.

Ele até comentou o poder medicinal das águas quentes que são destaques em Aragarças com Água Santa e na Barra com o Parque das Águas Quentes, que está fechado devido a pandemia. O vídeo em questão alcançou 26.772 visualizações.

Já passando pelas avenidas de Barra do Garças, o Marinheiro da Estrada, elogiou os canteiros de gramas, plantas que a cidade e chegou até avenida Valdon Varjão onde passou sem ver pela fiscalização da Sefaz (Secretaria de Fazenda do Estado de Mato Grosso) alegando que só viu placas falando que era fiscalização agropecuária (cargas vivas).

O caminhoneiro que é youtuber estava com carga seca que pegou em Anápolis-GO com destino a Cuiabá e quando já estava saindo da Barra perto da antiga sede do Sesi Clube na Br 070 ele foi abordado pela fiscalização da Sefaz.

Uma equipe ambulante da Sefaz foi atrás do caminhoneiro e mandou ele retornar ao posto fiscal para conferir a documentação e a mercadoria transportada. O Marinho da Estrada atendeu a determinação e alegou que não viu as placas falando em parada obrigatória a todos os caminhões.

No vídeo, ele elogia a atitude dos fiscais e no posto fiscal apresentou as documentações e guias de impostos recolhidos, todavia foi autuado em 3.428,95 cuja multa foi direcionada para transportadora que o caminhoneiro estava prestando o serviço.

Ele pediu para que não fizessem isso, pois a empresa não teria culpa e que a falha teria sido dele e pediu que a multa fosse no nome dele. A esposa do caminhoneiro que auxiliava na gravação chegou a chorar no posto fiscal. O youtuber gravou um vídeo reclamando que as placas eram pequenas e por isso que não as viu.

E depois de três horas, o casal foi liberado sem aplicação da multa. O caminhoneiro agradeceu e sugeriu no vídeo que o tamanho das placas seja aumentado maior para evitar esse tipo de contratempo.

Essa narrativa está no vídeo de 40 minutos e 53 segundos postado no dia 29/1 e que você pode ver logo abaixo. E o momento da abordagem da Sefaz ao caminhoneiro acontece aos 27 minutos e 2 segundos da gravação.

Após toda a confusão, o Marinheiro da Estrada agradeceu a fiscalização e seguiu sua viagem para Cuiabá.



Notícias Relacionadas »
Comentários »